Por pbagora.com.br

Nesta terça-feira (20), o juiz eleitoral José Geraldo Pontes negou pedido de suspensão da divulgação da pesquisa Arapuan/Consult sobre as intenções de voto na disputa eleitoral para prefeito em João Pessoa. A solicitação foi feita pelo candidato a vereador pelo PSB Givanildo Pereira dos Anjos. No pedido, Pereira também solicitou a retirada da publicação da pesquisa caso a mesma já tivesse sido divulgada durante a análise do petição.

Veja também:
ARAPUAN/CONSULT: Cícero e Nilvan lideram números pela PMJP

O candidato a vereador relatou que a pesquisa continha “irregularidades insanáveis”, a exemplo de erros no Plano Amostral da pesquisa, nos dados do plano e a falta de indicação do Certificado Digital do estatístico responsável.

Para o magistrado, o juiz José Geraldo Pontes, em relação ao Plano Amostral, “verifica-se que se trata de um mero erro material, ressaltando-se que empresa CONSULT – PESQUISA é do Rio Grande do Norte. Ademais, toda descrição do plano amostral é pertinente ao município de João Pessoa”.

Sobre os dados do plano, o juiz argumentou que “o nível econômico dos entrevistados ocorrerá por ocasião da coleta em campo”. E a respeito da falta da indicação do certificado digital do estatístico responsável pela pesquisa, José Geraldo Pontes analisou que “constitui uma mera irregularidade sanável, ressaltando-se que está patente o nome do estatístico responsável, no caso, PAULO DE TARSO TEIXEIRA FERREIRA, CONRE 7.861 – 5ª Região, sujeitando o responsável, em caso de fraude, nas penas da lei”.

 

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Presidente do TRE-PB prevê resultado das eleições de 2º turno na capital até às 19h

O presidente do Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB), o desembargador Joás de Brito Pereira, projetou uma apuração mais célere neste segundo turno da eleição em João Pessoa. “Acredito que…

Em primeira entrevista após vitória, Cícero Lucena diz que população de João Pessoa deu preferência à experiência

O candidato do PP, Cícero Lucena, liderou a apuração em João Pessoa de ponta a ponta. Ao final da apuração, o progressista obteve 53,16% dos votos válidos (185.055 votos), de…