Em uma reportagem especial, onde trata sobre nomes femininos de maior destaque nas pesquisas que combateram epidemias no mundo, o Portal UOL, através da Universa, sua plataforma feminina, destacou entre outros, o êxito da médica paraibana Adriana Melo, que foi a primeira pessoa a apresentar provas da relação entre a microcefalia e o vírus da zika.

Na reportagem, que traz 6 mulheres cientistas e sua contribuições em combates a epidemias, Adriana é a única brasileira.

O site quis  retratar as conquistas, já que por conta da pandemia de covid-19, causada pelo novo coronvaírus, é inevitável que olhemos para o passado e relembremos fatos históricos ligados a outras doenças que afetaram o mundo.

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Paraíba registra primeira morte de detento por Covid-19

A Paraíba registrou a primeira morte de detento por Covid-19. O paciente cumpria pena no Presídio Romero Nóbrega, localizado em Patos. Ele estava internado no Hospital Metropolitano de Santa Rita,…

PB tem mais de 13 mil casos confirmados de Covid-19 e registra mais 14 mortes

Segundo último boletim Secretaria de Estado da Saúde da Paraíba, sobre casos confirmados de coronavírus, divulgado na noite de ontem (30), o estado ultrapassou a marca de 13 mil casos…