Por pbagora.com.br

 O Ministro da Integração, Francisco Teixeira, reuniu toda sua equipe
técnica em audiência com o senador Vital do Rêgo (PMDB-PB) nesta
segunda-feira.

 

Durante a ocasião, o senador Vital pleiteou o aumento dos
recursos para programas sociais e de infraestrutura no combate à seca.
Junto ao ministro e sua equipe, o parlamentar dissecou todas as iniciativas
de maior urgência no estado, elencando possíveis soluções para a tomada de
ação da pasta.

 

A Paraíba tem recebido auxílios da Integração no combate à estiagem com
1005 caminhões pipa. De acordo com o senador Vital, a medida não é a
solução ideal, mas um paliativo necessário.

 

"Nota-se um quadro de boa
vontade do ministério na escalada das ações prioritárias. Falta uma agenda
de execução dos recursos de ordem do estado", diagnosticou o parlamentar.
De acordo com Vital, a solução permanente para o quadro da escassez de
recursos hídricos está nas obras de transposição do Rio São Francisco, as
quais acompanha de perto.

 

Entre as outras soluções debatidas, o gestor da pasta expôs a execução
orçamentária do programa Água Para Todos, com a instalação de cisternas,
poços, barragens subterrâneas, kits de irrigação e barreiros.

 

Há também a
previsão de instalação de Sistemas Coletivos de abastecimento de água por
intermédio da Superintendência do Desenvolvimento do Estado do Nordeste –
Sudene, em 50 municípios. São eles: Alagoa Nova, Alagoinha, Alcantil,
Araçagi, Areia, Areial, Assunção, Boa Vista, Borborema, Cacimba de Dentro,
Cubati, Capim, Curral Velho, Cuitegi, Frei Martinho, Guarabira, Imaculada,
Itabaiana, Itaporanga, Itapororoca, Itatuba, Jacaraú, Juarez Távora,
Juazerinho, Juripiranga, Lagoa de Dentro, Marcação, Massaranduba, Mataraca,
Matinhas, Mogeiro, Monteiro, Nova Palmeira, Olivedos, Pedra Lavrada, Pedro
Regis, Picuí, Pilar, Pilões, Pilõezinhos, Pirpirituba, Princesa Isabel,
Queimadas, Rio Tinto, Santa Terezinha, São Domingos do Cariri, São José de
Caiana, São José do Sabugi, São José dos Ramos e Sapé.

 

Junto ao Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (DNOCS), o valor
pactuado é de R$ 1.357.749,00 para a instalação de 45 barragens
subterrâneas.

 

As estruturas ainda não foram implantadas, e Vital cobrou
celeridade na execução das obras. O Ministério da Integração empenhou R$
2.951.981,99 para a implantação de 206 barreiros, ao tempo que o Ministério
do Desenvolvimento Social implantou 2.976 cisternas no estado ao valor de
R$29.760.000,00.

 

Ascom

Notícias relacionadas

Em 100 dias de governo, gestão Bruno em CG conquista aprovação de 74,4%

Levantamento também aponta 84% de avaliação positiva à maneira do prefeito governar e 87% de boas expectativas da cidade para os próximos quatro anos de administração municipal Pesquisa de opinião…

“Deve ser apurado”, diz João Azevêdo ao defender ‘CPI da Covid’

O governador da Paraíba, João Azevêdo (Cidadania), disse que o Senado Federal tem autonomia para instalar Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que investigue as ações, por parte do presidente Jair…