Por pbagora.com.br

Tratado em tom de escândalo por parte da mídia estadual, na semana passada, a rubrica concernente à verba social da Assembléia Legislativa está impondo ao presidente Arthur Cunha Lima (PSDB) um momento de decisão em favor da preservação da imagem da própria Casa.

Tão antiga quanto o próprio parlamento, a verba social – que deverá mudar de nomenclatura – passa a ser questionada no momento em que o Poder Legislativo em todo o Brasil é alvo de intenso bombardeio dos veículos de comunicação. É uma espécie de “seio de Abraão” que já passa a contar com questionamentos de todos os níveis de setores da opinião pública.

O interessante é que Arthur Cunha Lima já tem muito bem definido em sua cabeça algumas propostas para dar transparência à aplicação da verba e mais grau de responsabilidade individual dos parlamentares no ajuste de contas com o erário. Como preside um colegiado, tem de bater de frente com algumas questões. Embora não admita, uma delas é como alguns deputados, que posam de paladinos perante as câmeras e microfones da imprensa, mudam sem cerimônia os discursos nas reuniões a portas fechadas.

O correto, a rigor, é fazer com que essa discussão ganhe uma conotação cada vez mais pública, com os senhores e senhoras parlamentares assumindo suas posições claramente sobre os critérios e a necessidade ou não da verba social, como instrumento de apoio à ação dos deputados. Ficar bonito na foto perante a opinião pública e assumir uma outra postura nos bastidores, pródigo em conchavos e acordos de toda a ordem, é bastante cômodo, covarde e antirepublicano.

Atrasado

Servidores pro-tempore do municipio de Araruna estão há dois meses sem receber salários. O pessoal da área de Educação ainda não viu a cor do contracheque de abril.

A prefeita Wilma Maranhão (PMDB) culpa os descompassos no repasse do Fundo de Participação dos Municípios.

A oposição à prefeita já dispõe de números referentes a repasses do Fundeb que mostram haver recursos suficientes para pagamento de professores e pessoal da Educação.

Em paz

Durante sua primeira e última entrevista coletiva, pós cassação e antes de sua viagem aos Estados Unidos, o ex-governador Cássio Cunha Lima absolveu o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) de qualquer interferência em seu processo de afastamento do Governo do Estado, junto ao TSE.

“Lula teve uma postura absolutamente republicana durante todo o processo”, acredita Cássio, que também não dá crédito aos que criticam o PSDB por não ter assumido uma postura mais aguerrida contra o golpe sofrido. “Meu partido foi leal no limite do que podia ser”, enfatizou. 

 

 Dipp faz devassa na Justiça do Piauí
 

Em matéria publicada nesta quinta-feira (14), do Jornal do Brasil, o corregedor geral do Conselho Nacional de Justiça, ministro Gilson Dipp, encontrou um “festival de irregularidades” durante inspeção no Piauí.

Segundo Gilson Dipp, existem no Poder Judiciário do Piauí “suspeitas de superfaturamento na construção do Fórum de Teresina; nepotismo direto ou cruzado; pagamento indevido de diárias e ajuda de custo a magistrados; excesso de cargos comissionados; processos engavetados desde 2000, entre outras irrregularidades

Gilson Dipp desembarca neste dia 25 na Paraíba, também para fazer inspeções na Justiça Comum

 

Prestígio

Número um da tropa de choque de José Maranhão (PMDB), Idácio Souto teve um gesto de prestígio junto ao governador.

O ato dele foi o primeiro, entre os milhares já assinados por Maranhão e publicado no Diário Oficial do Estado, no dia 18 de fevereiro deste ano.

Teo em Campina

O governador de Alagoas, Teotônio Vilela Filho (PSDB) desembarcou em Campina Grande, nesta quarta-feira (13), para participar do velório e sepultamento do corpo do ex-secretário estadual Silvestre Almeida.

Um dos filhos de Silvestre, Herbert Almeida, é secretário de Saúde de Alagoas.

O ex-govenador Cássio foi recebê-lo no aeroporto João Suassuna.

 

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Ministério Público Eleitoral denuncia Bolinha por injúria contra Romero

A promotora de Justiça Luciara Lima Simeão Mourão, do Ministério Público Eleitoral, ofereceu denúncia contra o candidato a prefeito Artur Bolinha (PSL), da Coligação É Hora de Uma Nova História,…

Wallber aposta em novos acessos como solução para mobilidade urbana em JP

“Em parceria com o governo Bolsonaro, nosso grande desafio é planejar João Pessoa para os próximos 20 anos”. A afirmação é do candidato a prefeito Wallber Virgolino (Patriota). Ele destaca…