Por pbagora.com.br
Plenário – Pequeno Expediente

Aprovada em 2º turno no Senado Federal na última terça-feira(22), o texto da reforma da Previdência apresentado ao parlamento nacional pelo governo do presidente da República Jair Bolsonaro, na avaliação do deputado federal paraibano Hugo Motta (MDB) não reduz privilégio, justificativa mais utilizada pelo presidente para a aprovação da matéria.

Motta vou contra o texto e avaliou que os menos favorecidos serão os mais penalizados com a nova proposta. O deputado analisou que a reforma da previdência não apresenta melhorias para a população que mais necessita.

– Eu votei contra a reforma da Previdência porque não acredito que essa atenda aos anseios do nosso estado. Na minha avaliação, o texto penaliza os mais carentes, não combate verdadeiramente os privilégios. Nós estamos convicto de que nossa posição foi a mais acertada e por isso votamos contra”.

 

PB Agora

Notícias relacionadas

Após protesto de músicos, PMJP reafirma importância do cumprimento do decreto

Após protesto realizado por músicos na frente do Centro Administrativo Municipal de João Pessoa, ontem (25), contra os novos decretos estabelecidos pela Prefeitura da Capital e Governo do Estado, a…

Viúva de Zé Maranhão reforça afeto com senador Veneziano e família

Por meio das redes sociais do ex-governador e ex-senador José Maranhão, vítima dos efeitos da Covid-19, sua esposa a desembargadora Fátima Bezerra Maranhão, postou um artigo, onde detalha os sentimentos…