Por pbagora.com.br

O governador Ricardo Coutinho foi à Agência dos Correios e Telégrafos de Bayeux, na manhã desta segunda-feira (9), para acompanhar de perto o pagamento do Abono Natalino aos beneficiários do Bolsa Família. A iniciativa pioneira no Brasil está na segunda edição e beneficiará mais de 500 mil famílias na Paraíba, A partir desta segunda-feira (9), o bônus começou a ser pago nos municípios paraibanos que têm Agências dos Correios e Telégrafos.

 

Em João Pessoa, que conta com 57.479 beneficiários, foi necessário montar uma estrutura no Ronaldão, e em Campina Grande, com 31.617 famílias, no Centro de Artes da UEPB. Nos 28 municípios que não têm Agência dos Correios, o pagamento ocorreu no sábado (7) de forma tranquila.

 

“Esse foi um compromisso que fiz em 2010 e estou mais uma vez cumprindo. Pagamos neste ano no mês de dezembro e de certa forma estamos incorporando e criando condições para que esse recurso possa movimentar a economia e trazer mais felicidade, mais conforto para essas famílias, que na essência são tão necessitadas”, frisou.

 

Ricardo destacou também o investimento com recursos próprios e falou das ações para tirar as famílias da situação de vulnerabilidade social, comentando ainda sobre os cursos de formação profissional que atende também beneficiários do Bolsa Família. “Em todo o Estado são 503 mil famílias em um investimento de quase R$ 20 milhões com recursos próprios, é algo inédito no país, porque nenhum Estado paga este Abono”, ressaltou, observando que em Bayeux foram atendidas 10 mil famílias.

Tranquilidade – A secretária de Estado de Desenvolvimento Humano (Sedh), Aparecida Ramos, também percorreu alguns locais de pagamento e assegurou, durante visita no Ronaldão, o compromisso do Governo do Estado com a população. “É um investimento importante, um compromisso que o governador Ricardo Coutinho assumiu com os usuários do Bolsa e está cumprindo. O pagamento está ocorrendo em todo o Estado de forma muito tranquila e com atendimento rápido e qualificado”, enfatizou.

 

O diretor regional dos Correios e Telégrafos, José Antônio Trajano, por sua vez, comentou sobre a organização e estratégia de pagamento. “Nós estamos com calendário previamente estabelecido. Todas as cidades onde não temos agências próprias fizemos o pagamento sábado com êxito. A pessoa basta apresentar o cartão do Bolsa Família e CPF para receber o Abono”, disse.

 

A Polícia Militar está com todo o efetivo garantindo a segurança do pagamento nas agências dos Correios e Telégrafos, além do Ronaldão e no Centro de Artes da UEPB, em Campina Grande.

 

Cronograma – O pagamento do Abono Natalino está seguindo um cronograma elaborado pela Sedh, que tem como base o Número de Identificação Social (NIS).

De acordo com o calendário, recebe neste dia 9 quem tem o NIS com final 1; na terça-feira (10), os que têm o NIS final 2 e assim até o dia 20 deste mês para quem tem o NIS com final zero. A partir do dia 23 de dezembro a 31 de março de 2014, o pagamento será feito para os retardatários em todas as Agências dos Correios.

 

No Ronaldão, em João Pessoa, 16 caixas atendem a população que está recebendo o abono de forma rápida e tranquila. “Recebi tranquilamente e foi rápido. Vale a pena, este dinheiro veio na hora certa”, disse Mônica Dias da Silva.

 

“Já vim e graças a Deus já recebi. É uma coisa útil para todo mundo. Vale a pena e um dinheiro a mais que serve para comprar o que falta em casa”, disse Josilene Rodrigues.

 

Em Bayeux, muita gente também recebeu o abono nesta segunda-feira (9) com tranquilidade. “Com certeza é uma ajuda a mais. A gente recebe assim de bandeja, é bom demais. Vou investir nas minhas duas filhas”, disse Maria de Lourdes Barbosa, que está desempregada.



Secom

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Acéfala, oposição na ALPB busca um líder para chamar de seu

Sem Raniery e sem Eduardo Carneiro, liderança já foi dispensada por Camila Toscano e Tovar Correia Lima Após o deputado Raniery Paulino (MDB), que atuava como líder da oposição na…

Opinião: derrotado na estratégia para sucessão, Cartaxo mira em 2022 para não “sumir”

Eu toco em um tema, na coluna de hoje, naquilo que já vem sendo discutido nos meios políticos há muito, em especial na cidade de João Pessoa. A postura dúbia…