ROLETA RUSSA: prefeito de primeiro mandato se compromete a apoiar três deputados em 2014 e enfrenta saia justa

Localizada na microrregião do Curimataú paraibano, o município de Soledade tem um colégio eleitoral discreto, mas que deve ser bastante disputado em 2014. É que o novo prefeito do município, Flávio Aureiliano (PTN), que está exercendo seu primeiro mandato na cidade, teria se antecipado e já comprometido o apoio da gestão a pelos menos três postulantes à ALPB em 2014, mergulhando assim em uma verdadeira saia justa.

O gestor novato segue sendo visto se reunindo com três pré-candidatos a deputado estadual, no entanto, não se sabe qual deles será o escolhido oficialmente como o candidato do prefeito.

O primeiro que recebeu do prefeito o compromisso para apoiar em 2014 foi o ex-deputado Genival Matias, que é da cidade vizinha de Juazeirinho. Ao presidente do PT do B na Paraíba, Flavinho prometeu fidelidade.

O segundo pré-candidato que o prefeito flertou e também prometeu subir no palanque foi Adriano Galdino, do PSB de Pocinhos, município localizado no compartimento da Borborema.

""
Não satisfeito, Flavinho foi mai além e também paquerou com o sertanejo de Patos, o deputado estadual Antonio Mineral, do PSDB, também se comprometendo a apoia-lo em 2014.

Nos bastidores da cidade, nas praças, o assunto virou piada, uma vez que o prefeito terá que decidir ‘na roleta russa’ em quem anunciará voto. O fato já teria provocado mal estar, inclusive, entre os três pré-candidatos que acreditam ter o apoio do gestor em 2014.

Agora, resta saber se o prefeito desfará o ‘mal entendido’, ou se ampliará seu apoio a uma quarta opção. A informação foi divulgada na coluna do jornalista Heron Cid, no Jornal Correio da Paraíba.

O advogado Flávio Aureliano da Silva Neto, da coligação ‘Soledade de Todos’, foi eleito o novo prefeito de Soledade com 52% dos votos válidos, 331 de diferença durante a realização de eleições suplementares, realizada ainda no segundo semestre de 2013.

Ao todo, 8.855 eleitores foram às urnas e 1.417 não compareceram, o correspondente a 13,79% do total.

As eleições suplementares decorreram da sentença estabelecida pela juíza da 23ª Zona Eleitoral, Bárbara Bortoluzzi, em ação de investigação judicial eleitoral, que declarou cassados os diplomas de José Bento Leite do Nascimento e Fabiana Barros Gouveia de Oliveira, prefeito e vice-prefeito, respectivamente, eleitos em 7 de outubro de 2012.

 

 

Márcia Dias/ Henrique Lima


PB Agora

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Opinião: Eliza estimula suicídio e recrimina discussão sobre violência contra mulher

O cuidado quando se escreve sobre algo ou alguém requer, antes de tudo, certa parcialidade, pois entendo que ser imparcial por completo é algo fantasioso e humanamente impossível de ser…

Na Espanha, RC analisa a democracia brasileira após um ano do Governo Bolsonaro

Nesta quarta-feira (23), o ex-governador Ricardo Coutinho (PSB) será palestrante em um seminário sobre democracia, do Observatorio Global Urnas y democracia, na universidade de Salamanca, na Espanha. Na ocasião, o…