O pré-candidato a deputado federal e presidente estadual do PPS, Nonato Bandeira acredita que haverá apenas duas candidaturas ao governo do estado: a do PSB, com João Azevêdo, e outra da oposição. Para ele, mais de uma candidatura inviabiliza os pré-candidatos a Senador pelas oposições.

 

Para o presidente do PPS, o fracionamento [em muitas chapas] inviabilizaria, por exemplo, as candidaturas ao Senado. “Teríamos seis, oito candidatos ao Senado, não acredito que seria possível”, avaliou.

 

Essa semana Nonato foi um dos articuladores da coligação, PPS, DEM, REDE e PMN com vista à eleição proporcional de deputado estadual. Os partidos vão lançar juntos, 72 pré-candidatos para vagas na Assembleia Legislativa, sendo 50 homens e 22 mulheres. As quatro legendas apoiam à pré-candidatura de João Azevêdo ao governo do estado.

 

 

Redação

Saiba mais sobre Certificação Digital no Portal Juristas. Adquira seu certificado digital E-CPF ou E-CNPJ com a Juristas Certificação Digital. Entre em contato através do WhatsApp (83) 9 93826000

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Dra. Paula não consegue licença médica de 121 dias e Jane Panta não assume

A junta médica da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), frustrou os planos da suplente Jane Panta (Progressistas) de assumir a cadeira da deputada titular Dra. Paula (Progressistas) que havia solicitado…

Julian Lemos revela que filhos de Bolsonaro podem inviabilizar o governo

Na entrevista à Jovem Pan, na noite desta segunda-feira, o deputado federal e presidente estadual do PSL-PB Julian Lemos disse que a guerra no PSL é um grande problema para…