A Paraíba o tempo todo  |

Nilvan volta a defender soltura de Roberto Jefferson e alerta imprensa para cerceamento da liberdade de expressão

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

Presidente do PTB na Paraíba, Nilvan Ferreira voltou a criticar a prisão do líder nacional de seu partido, o ex-deputado Roberto Jefferson, preso após defender nas redes sociais a destituição de ministros do Supremo, proferir discursos de cunho racista e homofóbico e pregar a violência contra autoridades.

Para Nilvan, a prisão de Roberto Jefferson é ilegal, já que o ex-deputado, em suas postagens, apenas expressava a sua opinião. “Roberto foi preso pelo que ele disse nos dias, nos últimos meses, em defesa do presidente Bolsonaro”, argumentou o líder no PTB na Paraíba.

Nilvan argumenta que a prisão do aliado do Palácio Planalto aconteceu apenas com o intuito de o calar. “Roberto foi preso para ser tirado de combate para que não fale o que vinha falando. Esse crime de opinião não existe na constituição. A prisão de Roberto culmina com o agravamento de de uma grande crise institucional. Roberto foi muito enfático no que disse e o me deixa triste é ver a pessoas da imprensa aplaudindo essa prisão. Roberto foi preso ter dito coisas que desagradaram alguns segmentos, amanhã podemos ser nós, jornalistas. É um risco aplaudir prisão que cerceia a liberdade de expressão”, avaliou Nilvan.

Em vídeos, Roberto Jefferson fazia apologia à subversão da democracia por meio de golpe de Estado e da luta armada. Na decisão, tomada a pedido da Polícia Federal, Moraes determinou a apreensão de armamento, computadores e celulares do ex-deputado.

PB Agora

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      50
      Compartilhe