Por pbagora.com.br

Depois do deputado federal Julian Lemos, que atualmente é o presidente do PSL na Paraíba, ameaçar o deputado estadual Moacir Rodrigues (PSL) de enfrentar o Conselho de Ética da legenda e refutar a possibilidade de disputa interna na sigla, alegando falta de força política a Moacir que é também irmão do prefeito de Campina Grande Romero Rodrigues, Moacir disse que além do seu nome existem outros também a disposição para assumir o cargo de Julian.

Segundo Moacir, apesar da disponibilidade de colocar seu nome para a disputa, ele defendeu que outros nomes da legenda também podem se lançar candidatos. “Tem muita gente boa e que estão no partido a mais tempo do que eu”, disse.

Apesar de ter sido chamado de “boneco de ventríloquo de força política famíliar”, o deputado estadual disse que vai continuar convidando as pessoas em diversos municípios a se filiar ao PSL. “Vamos continuar visitando diversas cidades e convidando as pessoas para que estejam conosco no partido”, garantiu.

Indagado se está fora a possibilidade do seu irmão, o prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues (PSDB),  se filiar ao PSL. Ele disse: “Romero vem fazendo um grande trabalho em Campina e já tem seu espaço na política paraibana. Mas não pode entrar apenas por entrar.”

 

Redação

 


Veja como adquirir a certificação digital para pessoa física sem burocracia

 

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Cabo Gilberto acusa Julian Lemos de trair Bolsonaro: “Cabra safado”; veja

Em vídeo, o deputado estadual Cabo Gilberto (PSL) acusa o deputado federal Julian Lemos, do mesmo partido, de trair o presidente da República Jair Bolsonaro (sem partido), após ser eleito…

Oposicionista analisa novas adesões à base de João na ALPB: “Perda muito grande”

‘Um baque’, essa pode ser a definição mais adequada as recentes adesões dos deputados estaduais Raniery Paulino (MDB) e Eduardo Carneiro (PRTB) a base de sustentação do governador João Azevêdo…