Depois do deputado federal Julian Lemos, que atualmente é o presidente do PSL na Paraíba, ameaçar o deputado estadual Moacir Rodrigues (PSL) de enfrentar o Conselho de Ética da legenda e refutar a possibilidade de disputa interna na sigla, alegando falta de força política a Moacir que é também irmão do prefeito de Campina Grande Romero Rodrigues, Moacir disse que além do seu nome existem outros também a disposição para assumir o cargo de Julian.

Segundo Moacir, apesar da disponibilidade de colocar seu nome para a disputa, ele defendeu que outros nomes da legenda também podem se lançar candidatos. “Tem muita gente boa e que estão no partido a mais tempo do que eu”, disse.

Apesar de ter sido chamado de “boneco de ventríloquo de força política famíliar”, o deputado estadual disse que vai continuar convidando as pessoas em diversos municípios a se filiar ao PSL. “Vamos continuar visitando diversas cidades e convidando as pessoas para que estejam conosco no partido”, garantiu.

Indagado se está fora a possibilidade do seu irmão, o prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues (PSDB),  se filiar ao PSL. Ele disse: “Romero vem fazendo um grande trabalho em Campina e já tem seu espaço na política paraibana. Mas não pode entrar apenas por entrar.”

 

Redação

 


Veja como adquirir a certificação digital para pessoa física sem burocracia

 

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Presidente da Aesa descarta volta do racionamento em Campina Grande

Apesar da queda no volume de água no Açude Epitácio Pessoa, localizado na cidade de Boqueirão, o presidente da Agência Executiva de Gestão das Águas do Estado da Paraíba (Aesa),…

Galdino revela que não tolera mais ausências injustificadas dos deputados na ALPB: “Vou cortar o ponto”

Promessa feita durante a sua postulação para presidir a Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), o deputado Adriano Galdino (PSB), voltou ontem (15), a afirmar que não vai tolerar mais ausências…