Vereador por dois mandatos, Marcos Raia (PSDB) está de volta a Câmara Municipal de Campina Grande. Ele tomou posse, em solenidade que ocorreu durante a sessão ordinária, no Plenário da Casa de Félix Araújo. Raia assume vaga aberta pelo vereador Lucas Ribeiro (PP), que se licenciou sem remuneração por um período de quatro meses. A posse foi dada pela presidente da Casa, vereadora Ivonete Ludgério (PSD).

Marcos Raia alcançou a quarta suplência nas últimas eleições municipais concorrendo pela coligação “Por Amor a Campina I”, que reuniu os partidos PSDB, PP, PSD e PHS. Ele obteve 1.899 votos. Conhecido do parlamento municipal, Raia já cumpriu dois mandatos de vereador na Casa da Félix Araújo.

O terceiro suplente, que é o vereador Cícero Rodrigues da Silva, mais conhecido como “Buchada”, também tomou posse e de imediato solicitou oficialmente o afastamento, alegando questões pessoais e deixando, assim, a vaga para ser preenchida por Raia. Buchada cumpriu um mandato de vereador na última legislatura.

O jovem vereador Lucas Ribeiro, em seu pronunciamento de despedida na tribuna da Casa, agradeceu aos demais colegas de parlamento e explicou que vai se dedicar aos estudos nesse breve afastamento de quatro meses.

“Estarei me reciclando durante esse período, para voltar mais preparado e continuar contribuindo com o desenvolvimento da nossa cidade e o bem-estar da população campinense”, explicou.

 

Redação

 

Leia mais notícias sobre o mundo jurídico no Portal Juristas. Adquira seu certificado digital E-CPF ou E-CNPJ com a Juristas. Entre em contato através do WhatsApp (83) 9 93826000

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Eduardo Carneiro exige foco no setor produtivo para retomada da economia

O deputado estadual e pré-candidato à Prefeitura Municipal de João Pessoa tem reprovado a falta de interesse do prefeito da Capital, Luciano Cartaxo, em fortalecer o setor produtivo em tempos…

STF determina liberdade de prefeito que guardou propina da cueca, na Paraíba

A decisão foi do ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), e resultou na libertação do prefeito afastado de Uiraúna, João Bosco Fernandes (PSDB), Bosco foi preso no…