Por pbagora.com.br

Após debandada no PSB, Leonardo Gadelha aguarda compreensão da justiça para desfiliação coletiva

Depois de integrar o grupo que pediu desfiliação coletiva do Partido Socialista Brasileiro, o deputado Leonardo Gadelha, agora cristão, disse hoje que aguarda a compreensão da justiça eleitoral sobre a decisão dos parlamentares com mandatos exercidos pelo PSB.

Conforme o deputado, uma desfiliação coletiva de quatro parlamentares estaduais e dois federais de um mesmo partido gerará no mínimo a dúvida do Tribunal Superior Eleitoral sobre os motivos da desfiliação em massa.

“A desfiliação ocorreu de forma inédita, pois foi realizada coletivamente e isso mostra a incompatibilidade política dentro do PSB”, disse.

Leonardo Gadelha, que foi empossado na manhã desta segunda-feira (05) como Secretário de Infra Estrutura do Estado ressaltou que a lei que tange sobre a infidelidade partidária não deve servir para oprimir a liberdade de expressão dos mandatários.

Ressentido, o deputado disse ainda que não entende os princípios da possível aliança do PSB com o PSDB, mas que entende bem o lado político e por este motivo preferiu se afastar dos socialistas.
 

 

PB Agora

Notícias relacionadas

Ruy cobra urgência na liberação dos recursos da Lei Aldir Blanc

O deputado Federal Ruy Carneiro (PSDB) comemorou a decisão do Tribunal de Contas da União (TCU) de prorrogar o uso dos recursos da Lei Aldir Blanc que estavam retidos nas…

Detran-PB amplia atendimento para candidatos à CNH

A partir de segunda-feira (17), o Departamento Estadual de Trânsito (Detran-PB) vai estender o horário de atendimento para o setor de Habilitação, exclusivamente na sede de Mangabeira. A decisão foi…