O presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), deputado Adriano Galdino (PSB), durante entrevista na manhã de hoje (27), anunciou o arquivamento do pedido de impeachment do governador João Azevêdo (Cidadania) protocolado na Casa pelo deputado de oposição, Walber Virgulino (Patriotas). “A procuradoria alegou algumas falhas técnicas, além da falta de provas do que foi denunciado”, disse Galdino

Seguindo um parecer emitido pela Procuradoria Jurídica da ALPB, Galdino citou que as falhas no processo foram evidentes, assim como a falta de provas na peça de acusação, fatos esses que foram determinantes para a solicitação de arquivamento do processo.

“Nós assinamos o arquivamento do pedido de impeachment que tem a frente o deputado Walber Virgulino e mais 11 deputados que assinaram esse pedido. Então acompanhando parecer da procuradoria jurídica da Casa, nós arquivamos esse pedido”, disse o presidente da ALPB em entrevista ao programa Paraíba Verdade, da Arapuan FM.

Sobre o pedido de impeachment – O pedido de impeachment foi protocolizado pelo deputado estadual Walber Virgolino no dia 5 de fevereiro. O parlamentar apontou “prática de crimes de não tornar efetiva a responsabilidade dos seus subordinados, quando manifesta em delitos funcionais; e proceder de modo incompatível com a dignidade, a honra e o decoro do cargo”.

Redação

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Cícero Lucena revela que cogitou disputar Prefeitura de João Pessoa

Longe da política, o ex-senador da Paraíba, Cícero Lucena (PP), revelou em entrevista que cogitou a possibilidade de retornar à vida pública, após deixar o PSDB e filiar-se ao Partido…

Opinião: 3ª cidade mais rica da PB, Cabedelo apresenta cenário de miséria com renda per capita de meio salário mínimo

O município de Cabedelo tem aproximadamente 68 mil habitantes, dos quais 39.2% da população recebe, apenas, um rendimento médio de meio salário mínimo por pessoa a cada domicílio, segundo dados…