O senador José Maranhão (MDB) visando não prejudicar o “calendário eleitoral” sugeriu, através de emenda à Constituição, o adiamento das eleições municipais deste ano para dezembro. De acordo com a emenda, o primeiro turno aconteceria até o dia 15 e o segundo turno, onde houver, 15 dias depois.

De acordo com o senador, a pandemia causada pelo novo coronavírus (Covid-19) seria a real causa do adiamento. “Esta clara a impossibilidade de se cumprir o calendário eleitoral de 2020, tendo em vista a pandemia do coronavírus”.

O texto foi elaborado com a participação do presidente do diretório do MDB em João Pessoa, Alberto Gomes. “Estamos diante de um quadro em que a prioridade são as medidas de salvaguarda da vida”.

 

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Ministro do STF não vê risco à democracia: “Quem pede AI-5, são uns gatos pingados”

Ao ser questionado se as manifestações recentes que pedem o fechamento do Congresso e do Supremo Tribunal Federal (STF) e a volta do AI-5 colocam a democracia brasileira em risco,…

Filho de Dinaldo Wanderley revela que corpo do seu pai vai ser cremado

Por meio das redes sociais o filho do ex-prefeito e ex-deputado estadual Dinaldo Wanderley, Dinaldinho Wanderley disse que o corpo de seu pai, será cremado em João Pessoa, em cerimônia…