Por pbagora.com.br

Prefeito interino do município de Cabedelo, Vitor Hugo, do PRP, disse estar tranquilo diante da decisão do Tribunal Superior Eleitoral que determinou a suspensão das eleições suplementares na cidade, prevista para dezembro desse ano. 

A liminar foi concedida pelo ministro Admar Gonzaga em resposta ao mandado de segurança impetrado pelo diretório do Partido dos trabalhadores PT. E não há previsão de nova data para ocorrer o pleito para escolher prefeito e vice-prefeito.

“Recebi a notícia com muita tranquilidade. No início ficamos sem saber, mas vi que se existe essa decisão é porque algo nos espera. Agora vamos aguardar as próximas decisões, com serenidade. Cabedelo tem um prefeito e precisamos continuar governando a cidade. O município precisa ser administrado e nosso foco agora é esse,governar a cidade de Cabedelo” ressaltou em entrevista a um Blog da Capital.

Vitor, que tem divulgado resultado de gestão especialmente no tocante às obras de pavimentação, tenta se desvencilhar dos boatos de uma suposta interferência do ex-prefeito Leto Viana, tamém do PRP, na renovação do mandato caso seja eleito, tendo em vista a  aproximação que manteve com o ex-prefeito.

 

Redação

 


Veja como adquirir a certificação digital para pessoa física sem burocracia

 

Notícias relacionadas

Estados liderados por bolsonaristas encabeçam mortes por covid-19; veja posição da Paraíba

Um estudo feito pela unidade de inteligência do portal Congresso em Foco mostra que os estados que mais votaram em Jair Bolsonaro no primeiro turno das eleições presidenciais de 2018…

Ao lado de Aguinaldo, prefeito pede a ministro recursos para Saúde de São José de Espinharas

Neste sábado (17) o Prefeito de São José de Espinharas, Netto Gomes (Progressistas), participou juntamente com o deputado federal e líder da Maioria no Congresso, Aguinaldo Ribeiro (Progressistas) da visita…