A crise interna no Partido Socialista Brasileiro (PSB), na Paraíba se refletiu na Câmara Municipal de Campina Grande. O vereador Bruno Faustino, admitiu deixar o partido. Líder da oposição na Casa de Félix Araújo, Bruno afirmou que vem sendo sondado por outros partidos, mas não sairá da base aliada ao governador João Azevedo.

Em entrevista concedida à Rádio Caturité FM, o vereador sinalizou que nas próximas eleições, poderá estar filiado a um  partido paralelo ao PSB.

– Temos o PPS (hoje Cidadania), que nos convidou, o Partido Novo, e o PTB. Tenho essa tendência de migrar para um partido aliado do Governador João Azevedo, e assim construir um time na parte proporcional, acredito que sairemos fortalecidos numa legenda paralela ao PSB – declarou.

PB Agora

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Deputado defende retorno de Lula à prisão por perturbação da ordem pública

A incitação à violência e a perturbação de toda a ordem pública brasileira devem levar, o quanto antes, o ex-presidente Lula (PT) de volta para trás das grades. A afirmação…

Opinião: Bolsonaro mostra um PSL sem força, ignora Julian e Bolinha e praticamente lança Cássio a prefeito de CG

E então acordei. Um dia de sol interessante, típico dessa época do ano. Café posto à mesa; eis um telefonema perturbador. Do outro lado, pessoa que sinto bastante simpatia. Cobrava,…