Por pbagora.com.br

A crise interna no Partido Socialista Brasileiro (PSB), na Paraíba se refletiu na Câmara Municipal de Campina Grande. O vereador Bruno Faustino, admitiu deixar o partido. Líder da oposição na Casa de Félix Araújo, Bruno afirmou que vem sendo sondado por outros partidos, mas não sairá da base aliada ao governador João Azevedo.

Em entrevista concedida à Rádio Caturité FM, o vereador sinalizou que nas próximas eleições, poderá estar filiado a um  partido paralelo ao PSB.

– Temos o PPS (hoje Cidadania), que nos convidou, o Partido Novo, e o PTB. Tenho essa tendência de migrar para um partido aliado do Governador João Azevedo, e assim construir um time na parte proporcional, acredito que sairemos fortalecidos numa legenda paralela ao PSB – declarou.

PB Agora

Notícias relacionadas

Consenso: senador Veneziano é escolhido novo presidente do MDB/PB

O Senador Veneziano Vital do Rêgo (MDB-PB) será o novo presidente do MDB da Paraíba. A decisão foi tomada de forma participativa e consensualizada pelas principais lideranças que integram o…

Prefeitura de Sapé perde prazo e fica de fora da fundação do Consórcio Nacional de Vacinas

No estado da Paraíba, 99 municípios aderiram ao Conecta no Brasil, 1.703 municípios aderiram ao consorcio, o prazo para adesão terminou. Na contramão de outros municípios paraibano, a cidade de…