A Paraíba o tempo todo  |

Bruno diz que vai recorrer de decisão que impõe medidas mais restritivas em CG

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

Após decisão judicial que ter que o município de Campina Grande obedeça o decreto estadual que impões medidas mais rígidas para o enfrentamento ao avanço da covid-19 na Paraíba, o prefeito de Campina Grande, Bruno Cunha Lima (PSD), disse que pretende recorrer da decisão da Justiça.

Leia também:
Juiz critica atuação de Bruno e determina que PMCG cumpra decreto estadual
Comunicação da PMCG diz que decisão judicial sobre decreto foi irracional

Na tarde deste sábado (13), o juiz Alex Muniz, além de decidir que a PMJP adote medidas de acordo com o decreto assinado pelo governador João Azevêdo, ainda criticou duramente o afrouxamento de protocolos contra o novo coronavírus no decreto municipal. Para o magistrado, a PMCG está “destoando da necessidade de uniformização regional das medidas restritivas, a exemplo da desarrazoada permissão de realizar, nesta fase da pandemia, cultos e eventos ecumênicos presenciais”.

Leia também:
Estado vai à Justiça contra flexibilizações em Bayeux, Cabedelo, Conde e Campina Grande

Em nota, Bruno Cunha Lima revelou estar surpreso com os argumentos utilizados pelo juiz Alex Muniz e acrescentou que o texto foi “opinativo”. “Confesso que recebi, com surpresa, a decisão do excelentíssimo juiz Alex Muniz. Por respeito ao Judiciário, decidi não tecer comentários quanto à linguagem, ou melhor, ao “excesso de linguagem” usado pelo magistrado, seja na sua decisão, seja nas redes sociais. Lamento, apenas, que os autos processuais sejam palco para manifestação de suas opiniões pessoais”, criticou.

Bruno afirmou ainda que irá recorrer da decisão judicial. “Vamos continuar o trabalho de combate à Covid e em defesa da vida que notabilizou Campina ao longo de 12 meses de pandemia”.

 

PB Agora

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      1
      Compartilhe