Os autores de ação na justiça contra a instalação do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) já não estão mais tão interessados em levar o processo adiante contra a Assembléia Legislativa.

Surpreendentemente, o presidente do Sindicato dos Administradores da Paraíba, Lúcio Flávio, e Otávio Augusto Sintônio Pinto, que assinaram a ação, comunicaram oficialmente à justiça o interesse em suspender, por um ano, a representação contra a AL.

Como justificativa principal para o inusitado pedido, Lúcio Flávio e Otávio Sintônio alegam que “a simples interpelação provocou inibição por parte dos deputados” em relação à instalação do novo tribunal

O pedido formal para que a justiça, circunstancialmente, não mais leve em conta a ação foi protocolado pelo advogado Carlos Mangueira, com públicas ligações com o senador José Maranhão (PMDB).

Maiores detalhes sobre o recuo dos autores da ação contra o TCM serão apresentados na edição desta quinta-feira do Programa Rádio Verdade, da Rádio Arapuan FM de João Pessoa, a partir de meio-dia.

 

PB Agora

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Ex-prefeito de Catingueira é condenado por crime de estelionato

O ex-prefeito do município de Catingueira, José Edivan Félix, foi condenado a uma pena de três anos, nove meses e 15 dias de reclusão, por desvio de verbas municipais em…

Vereador alerta para o risco de desabamento de prédio em CG e cobra atuação dos órgãos de fiscalização

Quem nunca se pegou “apreensivo” ao passar perto de uma obra e ter medo de que algo caia lá de cima que atire a primeira pedra. Isso é mais comum…