Por pbagora.com.br
Foto: Assessoria

O senador Veneziano Vital do Rêgo oficializou nesta terça-feira (12) seu retorno ao MDB. Eleito senador pelo PSB em 2018, Vené deixou a sigla no final do ano passado. Em seu discurso, o senador afirmou que ingressou no partido para ser um “efetivo colaborador”, com a mesma disposição de quando esteve na agremiação.

Ele lembrou que foi prefeito de Campina Grande e deputado federal pela sigla, quando participou dos grandes embates pela democracia e pela justiça social. Veneziano também destacou que, no MDB, vai continuar o trabalho no Senado em favor do desenvolvimento do estado.

Veneziano: “o MDB do novo tempo”

Ao abonar a ficha de filiação do paraibano, o vice-presidente nacional do MDB, senador Confúcio Moura (RO) afirmou que Veneziano injeta jovialidade e modernidade ao partido.

Para o líder no Senado, Eduardo Braga (AM), Veneziano chega para contribuir com o partido e o desenvolvimento do país. “É um líder político carismático”, disse.

Veneziano deixou o MDB em 2017 alegando divergir do posicionamento da executiva estadual da sigla em relação às eleições de 2018. Após deixar a sigla, o senador filiou-se ao PSB em abril de 2018, a convite do então governador da Paraíba, Ricardo Coutinho.

Leia também:
Veneziano admite deixar PMDB caso não haja clima para as eleições 2018

Foto: Assessoria

Nas eleições de 2018, já pelo PSB, Veneziano disputou vaga no Senado e venceu a disputa. Porém, no dia 23 de dezembro do ano passado, Vené formalizou sua saída da sigla socialista.

Leia também:
Veneziano formaliza saída do PSB, mas futuro ainda é indefinido; veja carta

Foto: Assessoria

Durante a filiação ao partido, a senadora empossada também hoje, Nilda Gondim, assumiu a vaga do senador José Maranhão no Senado. Maranhão encontra-se licenciado para tratar da saúde, após ser diagnosticado com covid-19.

 

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Prefeito de cidade paraibana relata ameaças de morte

O prefeito de Boa Vista, André Gomes, relatou, que está sendo alvo de uma série de difamações, denúncias caluniosas e até mesmo ameaça de morte, através das redes sociais Facebook…

Opinião: os riscos decorrentes de um eventual processo de impeachment de Bolsonaro

Sobre um eventual processo de impeachment do presidente Jair Bolsonaro, descortinam-se duas possibilidades preocupantes, tanto para ele e seus seguidores – a que o Brasil já se acostumou a, depreciativamente,…