(Brasília – DF, 31/03/2020) Pronunciamento do Presidente da República, Jair Bolsonaro em Rede Nacional de Rádio e Televisão. Foto: Isac Nóbrega/PR

O cenário político ficou bastante movimentado após os relatos feitos pelo ex-ministro da Justiça Sérgio Moro sobre o presidente da República, Jair Bolsonaro. No Congresso, o tema impeachment já é abordado nos corredores. No entanto, para o advogado paraibano Ricardo Sérvulo, essa iniciativa não terá êxito.

Em entrevista concedida à Rádio Arapuan FM, de João Pessoa, Sérvulo explicou que Bolsonaro já articula diálogos principalmente com o Centrão com o intuito de ter maioria nas duas Casa e, desta forma, conseguir barrar o andamento do processo.

– O impeachment, por natureza, tem essa questão jurídica, mas, sobretudo, carece de uma questão importantíssima que é o prisma político. Por mais que se queira desenhar um quadro do ponto de vista jurídico, ele não se sustenta se aquela pessoa que for alvo do impedimento tiver sustentabilidade política, que é o caso, por exemplo, do presidente da República.

Para o jurista, um possível acordo com o Centrão dará a Bolsonaro um viés de sustentação para afastar a possibilidade política de um impeachment. Sérvulo acrescentou ainda que “na prática, a questão jurídica não interessa tanto quanto q questão política, então, se ele tiver a sustentação política, ele não sofrerá impeachment.

 

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Após divulgação de dados, internautas filiam Bolsonaro ao PT

Após o presidente Jair Bolsonaro ter sido alvo do grupo Anonymous, que divulgou nas redes sociais dados pessoais do presidente e de familiares, uma ficha virtual de filiação de Bolsonaro,…

Em entrevistas exclusivas com Nilvan, Ruy, Raoni e Cícero, todos estão dispostos a conversar com o Avante

Existem vários jogos de tabuleiro. E aqui falo das mais diversas épocas e evolução da humanidade, mas um deles é icônico. Trata-se do xadrez e suas múltiplas variáveis que estão…