ns feitas pela PF mostram prefeito de Uiraúna, João Bosco Fernandes, guardando dinheiro na cueca — Foto: Reprodução

Uma decisão deferida na tarde de ontem (12), pelo ministro do Superior Tribunal Federal (STF), em Brasília, Gilmar Mendes negou o pedido de liberdade do prefeito afastado de Uiraúna, Bosco Fernandes.

No parecer, Gilmar Mendes pediu que exames psiquiátricos comprovem as justificativas alegadas pela defesa do acusado para que se dentro do próprio presídio onde se encontra possa se tratar.

O prefeito Bosco Fernandes (PSDB), foi afastado do cargo após uma operação desencadeada pela polícia federal em dezembro do ano passado. A ‘Operação Pés de Barros’ foi deflagrada para combater desvios de recursos que seriam para construção de uma adutora no município de Uiraúna.

Veja o parecer do ministro: 

Redação

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Polícia detém adolescentes com arma e dinheiro falso em JP

Polícia apreende adolescentes por porte de dinheiro falso e arma de fogo na Capital A Polícia Militar apreendeu um adolescente que repassou uma cédula falsa de R$ 100 e, na…

Operação da polícia apreende arma de fogo e drogas na praia de Jacumã

Em uma das ações policiais preventivas durante este Carnaval continuam. Na noite de ontem (22) e início deste domingo (23), a Polícia Militar apreendeu uma arma de fogo que estava…