Por pbagora.com.br

Prorrogação de calamidade pública fará a Paraíba manter programas de apoio à população na pandemia, diz João Azevêdo

O governado da Paraíba, João Azevêdo, defende que o Governo Federal prorrogue o Decreto de Estado de Calamidade Pública Nacional em decorrência da pandemia para que a Paraíba possa dar sequência aos programas criados para amenizar os efeitos sociais causados pela crise sanitária.

João Azevêdo juntou-se a outros 16 governadores e solicitou ao presidente da República, Jair Bolsonaro a prorrogação por mais 3 meses do estado de calamidade pública devido à pandemia da Covid-19. O decreto atual se vence na próxima quinta-feira (31 de dezembro).]

Para o governador da Paraíba, a manutenção do decreto tornará possível a continuidade de programas que tem reduzido os impactos causados pela pandemia do novo coronavírus na vida dos paraibanos.

– Pedimos para que o Governo Federal prorrogasse o estado de calamidade do país para que os estados possam implantar programas de assistência como nós fizemos. A Paraíba distribuiu mais de 1 milhão de cestas básicas. A população da Paraíba foi beneficiada com a quitação do pagamento das constas de água. Demos isenção de empréstimos no Empreender, ou seja, a Paraíba tomou conta do seu povo durante esse período. O que nós queremos é que, mantida essa calamidade nos próximos três meses, a gente possa repetir todas essas ações de assistência social.

 

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

“Prontos e preparados”, diz Cícero Lucena após aprovação de vacinas pela Anvisa

O prefeito de João Pessoa, Cícero Lucena, chamou de “dia histórico”, este domingo (17) após aprovação pela Anvisa do uso emergencial das vacinas de Oxford e CoronaVac. O órgão aprovou…

Rede particular: alunos poderão escolher entre aulas presenciais ou remotas em JP

Após o prefeito de João Pessoa anunciar a revogação do decreto municipal que impede o retorno às aulas na capital, o procurador-geral do Município, Bruno Nóbrega, afirmou o novo decreto…