A Paraíba o tempo todo  |

Primeiros dez meses de 2015 são os mais quentes já registrados

 Outubro e os primeiros dez meses de 2015 foram os mais quentes da história moderna, informaram nesta quarta-feira (18/11) os cientistas do governo americano. “A temperatura global média nas superfícies terrestres e oceanos em outubro de 2015 foi a mais alta para esse mês desde que teve início o registro em 1880”, indicou em relatório mensal a Administração Nacional Oceânica e Atmosférica americana (NOAA).

Os dados implicam que 2015 se encaminha para ser o mais quente desde 1880, em um momento em que as preocupações pelo aquecimento global serão discutidas na Cúpula do Clima de Paris, de 30 de novembro a 11 de dezembro.

Segundo a NOAA, outubro foi o sexto mês consecutivo que rompe os recordes mundiais, pelo qual a média de temperaturas na superfície terrestre e os oceanos foi de 0,86 graus Celsius superior que a média no século XX. Entre janeiro e outubro passados, também foi registrado “um recorde de calor”, superando o do ano passado em 0,12 graus, detalhou a NOAA. “Oito dos dez primeiros meses de 2015 foram recordes de calor para os respectivos meses”.

Por sua parte, os Estados Unidos registraram o mais quente outubro desde 1963 e na Austrália desde 1910, enquanto a África bateu todos os recordes. Partes da América do Sul, Europa Oriental e Rússia atingiram mais frio do que as temperaturas médias registradas neste relatório. O mar ártico tem o seu sexto mais baixo no registro desde 1979. As condições criadas pelo El Niño ajudaram a aumentar a temperatura global do mar, 0,85 graus acima da média no século passado, explicou a NOAA.

 

Redação

PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe