Por pbagora.com.br

O Ministério Público da Paraíba denunciou à Justiça sete policiais militares do 2º Batalhão da Polícia Militar, em Campina Grande. Os policiais, que fazem parte do grupo de inteligência da PM, são acusados de crime de tortura, extorsão, abuso de autoridade, roubo, coação no curso do processo e formação de quadrilha.
 

De acordo com o promotor de Justiça da 7ª Vara Criminal de Campina, Romualdo Tadeu, que assinou a denúncia, os policiais militares cometiam diversos delitos sob o argumento de que estavam investigando. O caso ficou conhecido como o “Caso do Bairro Araxá”.

“Eles invadiam as casas e torturavam os moradores com armas de fogo, agressões físicas, tentando arrancar confissões. Durante as investigações identificamos diversos casos, especialmente no Bairro do Araxá”, relatou o promotor.

De acordo com o Ministério Público, também existem denúncias da atuação da suposta quadrilha de policiais nos municípios de Boqueirão e Juazeirinho. A denúncia baseou-se em inquérito policial presidido por dois delegados designados em caráter excepcional pela Secretaria de Segurança e Defesa Social. A investigação durou menos de três meses.

Inicialmente os policiais militares Tenente Iviny Medeiros de Brito Cavalcante e Romero Matias do Nascimento tiveram a prisão preventiva decretada. A partir dessa identificação, as investigações foram se aprofundando e a promotoria conseguiu identificar mais cinco policiais, que foram denunciados.

O promotor Romualdo Tadeu prefere não mencionar os nomes para não atrapalhar os trabalhos da Justiça e afirmou que as investigações continuarão para que outros possíveis participantes possam ser identificados. “Temos certeza que existem outros policiais envolvidos e estamos investigando alguns casos de atuação em Juazeirinho e Boqueirão”, afirmou.

 

Da Redação

Notícias relacionadas

Covid: Alagoa Grande também decreta toque de recolher e outras medidas

Mais uma cidade paraibana terá medidas mais restritivas para conter o avanço da covid-19. Nesta segunda-feira (17), a prefeitura de Alagoa Grande, no Agreste paraibano, publicou um novo decreto com…

STTP implanta áreas de espera para motocicletas em semáforos de CG

Como forma de garantir a segurança viária dos motociclistas, a Prefeitura de Campina Grande (PMCG), por meio da Superintendência de Trânsito e Transportes Públicos (STTP), está implantando áreas de espera…