O líder do Governo na Assembleia Legislativa da Paraíba, Ricardo Barbosa (PSB) minimizou, durante entrevista nesta terça-feira (10), a posição do governador João Azevêdo (PSB) em se colocar contra a dissolução do diretório estadual do PSB na Paraíba, ao defender que o chefe do executivo estava apenas exercendo seu direito de não concordar ou participar de decisões antidemocráticas – a primeira, em relação a dissolução do diretório, sem nenhum tipo de diálogo; a segunda, a escolha do nome dele como vice-presidente da Comissão Provisória do partido sem que sequer houvesse consulta.

Diante do imbróglio, Barbosa disse que não sabe como ficará a convivência de ambos. O presidente Adriano Galdino foi mais além, e adiantou que os dois estavam praticamente rompidos.

Conforme o líder, o impasse no PSB renderá novos capítulos, mas a tese de mudança partidária ainda não entrou na pauta.

“Não foi tratado se o governador vai deixar ou não o partido. Os próximos passos só tempo vai dizer, e não será longevo”, arrematou.

 

PB Agora

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Amigos e políticos lamentam morte da jornalista Lena Guimarães

Políticos e amigos de Lena Guimarães lamentaram a morte da jornalista, ocorrida nesta segunda-feira (18), em João Pessoa. Lena estava internada em um hospital particular e foi vítima de falência…

Encontrado corpo de jovem desaparecido após afogamento na PB

O corpo de jovem desaparecido após afogamento na praia de Coqueirinho, Paraíba foi encontrado 14 horas depois. O corpo foi encontrado, na manhã desta segunda-feira (18). Rizonaldo Diogo da Silva,…