O radialista e empresário Fabiano Gomes é um dos alvos da 8ª Fase da Operação Calvário, da Polícia Federal, deflagrada nesta terça-feira (10). O comunicador é acusado de tentar atrapalhar investigações para obter vantagens.

De acordo com a Polícia Federal, o profissional de imprensa se valia de seus canais de comunicação para constranger investigados ou potenciais investigados da operação a lhe pagarem vantagem indevida, sob pena de revelar conteúdo sigiloso, ofendendo, por via reflexa, a honra objetiva de autoridades responsáveis pela apuração, referidas indevidamente como fontes do acesso privilegiado.

Conforme o documento, nos manuscritos da agenda pessoal de Ricardo Coutinho, Fabiano Gomes teria relação com “tanques com dinheiro”; “dois cartões de gasolina” que totalizam o montante de mais de R$ 11 milhões; “devolução de R$ 460 mil”, como uma suposta propina que teria retornado a Fabiano sob o controle de Ricardo Coutinho; e um repasse de R$ 100 mil para um jornalista feito por Ricardo Coutinho a pedido de Fabiano Gomes.

CONFIRA NA ÍNTEGRA A DENÚNCIA AQUI

As ordens para cumprimentos dos mandados de prisão e de busca e apreensão foram expedidas pelo Desembargador Ricardo Vital de Almeida, do Tribunal de Justiça do Estado da Paraíba.

Ao todo, 55 policiais federais e cinco auditores da Controladoria Geral da União participaram da operação, que aconteceram nas residências dos investigados e no Tribunal de Contas do Estado da Paraíba.

 

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

PB recebe R$ 5,3 milhões do MPT para combate e prevenção à Covid-19

O Ministério Público do Trabalho destinou, em cerca de uma semana, mais de R$ 61 milhões para auxiliar Estados e municípios no combate à pandemia do novo Coronavírus no país.…

Covid-19: MP pede para PMCG e instituições elaborarem plano de contingência

A Promotoria de Justiça de Campina Grande expediu duas recomendações, na manhã desta segunda-feira (30/03), relacionadas à prevenção e contenção da covid-19 nos equipamentos socioassistenciais de acolhimento de populações idosas…