Por pbagora.com.br

A crise do PSL e a falta de votos no Senado para aprovar Eduardo Bolsonaro como embaixador nos Estados Unidos fizeram Jair Bolsonaro suspender os planos de indicar o Zero Três para o posto em Washington.

Interlocutores diretos de Eduardo afirmaram que é “zero” a chance de Bolsonaro enviar a indicação em 2019.

A informação foi confirmada com duas fontes, que avaliam que, se sair, a indicação seria mais próxima do fim do mandato do Zero Três, ou seja, em 2022.

Eduardo Bolsonaro se reuniu com o pai hoje pela manhã. Falaram sobre a crise no PSL, e sobre a importância de sua presença na Câmara, independentemente de assumir ou não a liderança no lugar de Delegado Waldir, como ocorreu ontem por algumas horas.

Bolsonaro deverá atribuir a desistência exclusivamente à necessidade de ter Eduardo ajudando na articulação política. Oficialmente, o discurso será de que Eduardo teria maioria — conforme o próprio disse à coluna na terça-feira.

No Itamaraty, a notícia da desistência também já vinha circulando. Diplomatas também especulam se Bolsonaro não cumpriria o que disse lá atrás e colocar Eduardo como chanceler no lugar de Ernesto Araújo.

Segundo interlocutores de Eduardo, não existe essa possibilidade. O deputado deverá permanecer na Câmara.

Fonte: Época

Notícias relacionadas

Procurador defende decreto e diz que direito à vida se sobrepõe ao direito ao culto

A defesa que alguns religiosos na Paraíba fazem para a volta da realização de cultos presenciais no estado, contrariando o decreto estadual, foi alvo de críticas pelo  procurador do Ministério…

“Governo não está em queda de braço com igrejas”, esclarece João Azevêdo

Em um vídeo divulgado nas suas redes sociais, o governador João Azevêdo (Cidadania) esclarece alguns pontos do decreto estadual e rebate mais uma vez as críticas de segmentos religiosos que…