A Paraíba o tempo todo  |

Bira cobra explicações sobre recursos do FIC e conclusão da reforma do teatro Santa Roza

 Pedidos de esclarecimentos ao Governo do Estado sobre a liberação dos recursos do Fundo de Incentivo da Cultura (FIC) “Augusto dos Anjos” e de informações sobre a conclusão da reforma do teatro Santa Roza. Esses são os objetivos de dois dos cinco requerimentos de autoria do vereador Ubiratan Pereira – Bira (PSD), aprovados na sessão ordinária, desta terça-feira (10), na Câmara Municipal de João Pessoa. Os mesmos requerimentos, que agora serão encaminhados à Secretaria de Cultura do Estado, são resultantes de apelos de vários artistas que procuraram o gabinete do parlamentar, nos últimos meses, e que estão sendo prejudicados com pagamentos atrasados do FIC e com a demora da conclusão da revitalização do teatro, anunciada pelo Estado, desde 2012, e que se encontra praticamente parada.

 

“Por meio do requerimento de Nº 19.545/2015, queremos saber da Secretaria de Cultura do Estado, sobre os pagamentos pendentes, referentes ao Fundo de Incentivo da Cultura, pois recebemos várias queixas de artistas paraibanos que até o momento não teriam recebido esse recurso. Já por meio do requerimento de Nº 19.546/2015, pediremos à mesma pasta estadual, informações sobre o real andamento das obras do Santa Roza, um teatro histórico, que inclusive este mês completa seus 126 anos, e que teve uma reforma anunciada há vários anos pelo governo estadual, mas que até esta data não foi concluída; bem como ainda, sobre o cancelamento da licitação que havia sido feita para a reforma cenotécnica e de sonorização desse importante equipamento de memória e história cultural de nossa cidade”, justificou o parlamentar.

 

Demais requerimentos aprovados

 

Entre os demais requerimentos de autoria do vereador Bira, que foram aprovados durante a sessão desta terça-feira (10), na “Casa Napoleão Laureano”, estão: O de Nº 19.547/2015, que solicita ao Ministério Público da Paraíba e à comarca de Cabedelo, esclarecimentos sobre um possível Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), firmado entre Sudema/MPPB, que proíbe o acesso de pessoas às piscinas naturais de Picãozinho, na praia de Tambaú; ao Caribessa, na praia do Bessa; e às piscinas naturais do Seixas. Bem como ainda, os requerimentos de Nº 19.543/2015 e Nº 19.544/2015, que solicitam, respectivamente, da Secretaria de Infraestrutura (Seinfra) da Capital, a pavimentação e drenagem das ruas Aristóteles de Almeida Lacerda, no Bairro José Américo, e da Paulo Pacote Filho, no bairro de Magabeira VIII.

Assessoria de Imprensa

PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe