Por pbagora.com.br

Declaradamente favorável ao instituto da delação premiada, o presidente municipal do Cidadania em João Pessoa, o vereador Bruno Farias reforçou seu respeito a Operação Calvário, que tem como um dos principais alvos o ex-governador Ricardo Coutinho (PSB) sob suspeita de desvio de mais de R$ 130 milhões por meio das Organizações Sociais que geriam hospitais do Estado.

A resposta surgiu após o parlamentar ser indagado se teria medo da Operação que tem atormentado parte da cúpula girassol na Paraíba.

“Eu respeito a Calvário, eu respeito o Gaeco, eu respeito os interesses da Polícia Federal, do Ministério Público, porque eu entendo que estão fazendo um trabalho sério de depuração da vida pública em nosso Estado. Da Calvário o que eu tenho é respeito e prudência, porque não sei se é por conta de minha profissão, que sou advogado. Eu particularmente procuro fugir do jacobinismo jurídico-político que tomou conta de boa parte do país”, disse.

Sobre o instituto da delação premiada, Bruno, apesar de se dizer um defensor, ressaltou ser contrário aos pré-julgamentos e a execução sumária.

“Sou a favor. O que eu sou contra é do pré-julgamento, da execução sumária. Quem tem uma formação jurídica como eu tenho entende que contraditório e ampla defesa são postulados sagrados da nossa Constituição que não podem ser jamais ofendidos”, emendou.

 

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Guedes anunciará três ou quatro privatizações em até 60 dias

O ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou hoje (6) que , dentro de 30 a 60 dias, anunciará três ou quatro privatizações de grandes empresas. Ele participou de evento transmitido…

Veneziano homenageia João Pessoa pelo aniversário de 435 anos

O Senador Veneziano Vital do Rêgo (PSB/PB) parabenizou João Pessoa pelo seu aniversário de 435 anos, comemorados nesta quarta-feira (05). Em sua homenagem, realizada por meio de um vídeo publicado…