Por pbagora.com.br

Pesquisas de campo e em laboratório serão as primeiras atividades a serem retomadas entre estudantes e professores da Universidade Federal da Paraíba (UFPB). Conforme a instituição, o retorno será gradual e voluntário, com medidas protetivas e distanciamento social.

O plano de retomada será apresentado, nesta quinta-feira (22), às 16h30, em uma live com a presença Comissão de Biossegurança, do Laboratório de Combustíveis e Materiais (Lacom) e da Coordenação de Acompanhamento e Avaliação dos Programas e Cursos de Pós-graduação (PRPG).

Segundo Márcia Fonseca, não há uma data específica para o retorno das atividades de pesquisa. “Serão retomadas gradualmente, seguindo as orientações da Portaria nº 323, publicada no último dia 16, pela Reitoria da UFPB, dispondo sobre as medidas de prevenção e adequação do funcionamento da instituição de ensino, em virtude da pandemia da Covid-19”, explica a gestora da PRPG.

O plano foi elaborado levando em conta o protocolo de biossegurança do Ministério da Educação (MEC) para o retorno das atividades nas Instituições Federais de Ensino Superior (Ifes) e os próprios planos de biossegurança das Ifes, além das diretrizes epidemiológicas do governo da Paraíba e da Organização Mundial de Saúde (OMS).

Para a retomada de modo integral ou parcial, serão verificados a área do local de trabalho e o distanciamento social, sendo calculado o número máximo de servidores por ambiente fechado, respeitando o distanciamento.

“Como a gente está na bandeira amarela em todos os campi da UFPB, prevemos uma ocupação de 60%. Na bandeira verde, de abertura maior, a ocupação poderá ser de 100%. Mas não serão os 100% que a gente tinha. Serão 100% da ocupação máxima mantendo o distanciamento social necessário”, esclarece a presidente da comissão de biossegurança da UFPB, Iêda Garcia.

Redação com assessoria

Deixe seu Comentário