Por pbagora.com.br

Assim como cada ser humano é único, tem suas características e comportamentos individuais, os pacientes inseridos no Transtorno do Espectro Autista também. Diante disso, os especialistas da área não estudam mais o “autismo”, mas os “autismos”, garantindo melhores tratamentos e resultados aos pacientes. O tema “Autismos: leve, moderado e grave”, será o foco do 2º Vivenciar, evento que acontecerá em Natal (RN), entre os dias 13 e 15 de fevereiro, na Escola de Governo, e reunirá os principais nomes que atuam na área no Brasil e Estados Unidos.

Aberto ao público em geral, como familiares de portadores do espectro autista, profissionais da área médica, psicólogos, fonoaudiólogos, terapeutas ocupacionais, estudantes e pessoas interessadas no tema, o Vivenciar abordará de maneira única as diversas interfaces e as evidências científicas na condução dos tratamentos em pessoas portadoras do TEA, além da condução da integração família/sociedade. Para isso, agregará palestras, painéis e bate papo, proporcionando a plateia interação total com os participantes. Assim, além de se atualizar com o que há de mais novo nos tratamentos, os participantes poderão tirar dúvidas e conversar com os profissionais.

Dentre os profissionais participantes estão, Dr. Guilherme Polanczyk, psiquiatra da infância e juventude, pós doutor e professor livre docente da USPO; o neuropediatra Erasmo Casella, professor livre docente da USP e Coordenador do ambulatório de Distúrbios do Aprendizado do Instituto da Criança do HCFMUSP; a psicóloga Meca Andrade, mestre em análise do comportamento aplicada, doutoranda em Análise do Comportamento pela pela New England University,m Springfield Massachusetts (EUA) e diretora do Grupo Método Intervenção Comportamental de São Paulo.

Os assuntos a serem tratados pelos especialistas serão diversificados, como “Diagnóstico e tratamento com evidências”, “Implicações práticas das classificações diagnósticas em autismo”, “Formas naturalísticas e estruturadas de intervenção precoce”, “Currículo de sexualidade para pessoas com TEA”, “Inserção de pessoas com TEA no mercado de trabalho” e “Impacto na vida escolar”.

As inscrições estão abertas e podem ser realizadas através do site:

verboeventos.com.br/vivenciar. Informações pelos fones 3201 7429, 99634 3774 e pelo email: [email protected].

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Inquérito sorológico vai ser feito na PB para avaliar retorno de aulas presenciais

Um “inquérito sorológico” vai ser realizado em duas mil residências da Paraíba para avaliar a possibilidade do retorno às aulas presenciais nas escolas paraibanas. A informação foi repassada pelo secretário…

Paraíba ultrapassa marca dos 118 mil casos de Covid-19 com 2.741 óbitos

Nesta quarta-feira (23), a Paraíba registrou 553 novos casos de Covid-19 e 12 óbitos confirmados desde a última atualização, 9 deles ocorridos nas últimas 24h. Até o momento, 118.048 pessoas já contraíram…