A Paraíba o tempo todo  |

Secretário manda pagar dívidas de cooperativas

O secretário de Estado da Saúde, José Maia de França, determinou na manhã desta segunda-feira, 09, a realização do pagamento dos serviços prestados pelos médicos cooperados, em atraso desde dezembro do ano passado. O secretário informou que o setor financeiro da Secretaria de Estado da Saúde (SES) já está adotando as providencias necessárias visando regularizar os débitos da gestão anterior com os médicos cooperados e prestadores de serviços da rede pública hospitalar estadual.

José Maria de França esclareceu que o atraso no pagamento dos médicos cooperados se deu em virtude de problemas herdados da gestão anterior e que só agora foram contornados pela atual administração. “Estamos reorganizando tudo, pois encontramos uma situação muito difícil. Dívida com fornecedores, atraso no pagamento de remuneração médica e contratos em atraso com as cooperativas. Mas, graças à sensibilidade do governador José Maranhão, começamos a superar essas dificuldades”, destaca.

Em virtude dos débitos deixados pela gestão anterior desde o mês de dezembro, os médicos ligados à Cooperativa dos Cirurgiões da Paraíba estavam programando para esta terça-feira, (10), a suspensão das cirurgias eletivas e o atendimento ambulatorial realizados no hospital de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena e no hospital Infantil Arlinda Marques.

Com a quitação dos débitos por parte da atual gestão, o movimento deve ser suspenso e o atendimento nessas unidades fica mantido normalmente.
O secretário José Maria de França lembra que a saúde pública, conforme o próprio governador José Maranhão já assegurou, voltará a ser prioridade na Paraíba, pois é compromisso da atual administração reconstruir o sistema de saúde, especialmente a rede hospitalar. “Nosso compromisso é com a reconstrução da saúde pública na Paraíba”, garante.
 

Secom

    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe