Foto: Secom

Nesta sexta-feira (6), o programa Opera Paraíba chegou ao Hospital Geral de Mamanguape, proporcionando mais qualidade de vida para 10 pacientes que aguardavam por cirurgias de colecistectomia e histerectomia. Inicialmente, a região do Vale do Mamanguape não integrava a rota de localidades que receberiam a força-tarefa. Essa inclusão possibilitou uma ampliação do número de procedimentos realizados, bem como o aumento da quantidade de municípios assistidos, já que, na ocasião, foram beneficiados moradores de Capim, Pedro Régis, Jacaraú, Curral de Cima e Mamanguape.

Acolhidos pela equipe da unidade de saúde, os pacientes tiveram a oportunidade de esclarecer dúvidas acerca do funcionamento do programa e do próprio complexo hospitalar, que está de portas abertas para receber de forma ética e humanizada toda a população da região, como explicou Daniel Gonçalves, diretor-geral da instituição. “Nosso objetivo é trazer para população do Vale um serviço cada vez mais completo e eficiente. Por meio deste programa, por exemplo, tivemos a oportunidade de diminuir a espera pelos procedimentos, à medida que evitamos que estes pacientes tivessem que se deslocar para João Pessoa, fortalecendo uma gestão participativa e focada nas necessidades dos assistidos e da região”, afirmou.

Foto: Secom

A dona de casa Maria da Piedade, 45 anos, moradora de Mamanguape, foi uma das beneficiadas pelo programa. Ela contou que aguardava há quatro meses pela cirurgia para a retirada de um mioma. “Já tinha uns meses que eu esperava por essa cirurgia, mas agora, graças a Deus, eu consegui e está dando tudo certo, estou sendo muito bem cuidada aqui, amanhã volto boa para casa”, declarou a paciente.

Com a meta de beneficiar mais de 12 mil paraibanos em 36 tipos de cirurgias, o programa Opera Paraíba pretende reduzir a fila de espera por cirurgias eletivas no Sistema Único de Saúde (SUS). Ao todo, mais de 12 hospitais da Rede Estadual estão participando do programa.

O Hospital Geral de Mamanguape conta atualmente com 70 leitos, e presta atendimento de urgência e emergência, oferecendo aos pacientes exames laboratoriais, eletrocardiograma e raio-X. Quase 500 profissionais estão envolvidos no funcionamento da unidade, que presta atendimento aos moradores dos municípios que compõem a região do Vale do Mamanguape: Rio Tinto, Pedro Régis, Mamanguape, Baía da Traição, Capim, Cuité de Mamanguape, Curral de Cima, Itapororoca, Jacaraú, Marcação e Mataraca.

 

Secom

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Estudos sugerem papel de morcegos e cobras na origem do coronavírus

A nova cepa de coronavírus que surgiu na China e já preocupa o mundo pode ter-se originado em morcegos, ou cobras, de acordo com uma análise genética do patógeno que…