Por pbagora.com.br

Após passar vários dias na faixa amarela, a Paraíba iniciou a semana entre os Estados que conseguiram reduzir os óbitos causados pela Covid-19, segundo dados do Consórcio de Imprensa divulgado nacionalmente. Desde a última sexta-feira que a Paraíba deixou o zona de estabilidade e entrou na faixa azul.

Na dinâmica dos números da Covid, a Paraíba chegou a passar sete dias na zona “azul” mas depois voltou para a faixa “amarela”. Agora está de volta para a faixa azul.
Os infectologistas e das autoridades autoridades sanitárias e epidemiológicas, alertam para os paraibanos não relaxarem sob o risco de voltar para a zona de instalabilidade. E recomendam o uso de máscara e o distanciamento social como medidas eficazes para conter o vírus.

Além da Paraíba, estão em queda os números de mortes pela Covid-19, o Paraná, Santa Catarina, Espírito Santo, Distrito Federal, Acre, Amazônia, Roraíma, Alagoas, Ceará, Pernambuco, Rio Grande do Norte e Sergipe.

Os dados na Paraíba no entanto, ainda são preocupantes.
Desde que a Organização Mundial de Saúde (OMS), decretou o novo coronavírus como uma pandemia, a Paraíba já registrou mais de 105 mil casos confirmados da doença.

Segundo o último boletim divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde (SES) divulgadas nesta domingo (30), a Paraíba tem 105.661 casos confirmados de contaminação pelo novo coronavírus.O número de mortes confirmadas por Covid-19 subiu para 2.435 no estado desde o início da pandemia. Todas os 223 municípios paraibanos registraram casos da doença.

Severino Lopes
PB Agora

Notícias relacionadas

PMJP começa a vacinar idosos de 75 a 79 anos na 2ª

A Prefeitura de João Pessoa começa a vacinar os idosos de 75 até 79 anos, contra a Covid-19, a partir da próxima semana. Para isso, 15 ginásios de escolas municipais…

CRM-PB constata ocupação de 91,6% nas UTIs públicas de JP e 96,4% nas privadas

Apesar de nos últimos 15 dias terem sido instalados 65 novos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) adulto em hospitais públicos e privados referência para pacientes com covid-19, na…