A Paraíba o tempo todo  |

Médicos paraibanos divulgam memorial aos profissionais da saúde que perderam suas vidas para a Covid-19

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

Médicos paraibanos por meio do Conselho Federal de Medicina (CFM) e do Conselho Regional de Medicina (CRM-PB) divulgaram recentemente um memorial em homenagem aos profissionais da saúde que perderam suas vidas devido a Covid-19. Quem ressalta a importância desta iniciativa, como do Programa Nacional de Prevenção à Corrupção (PNPC) é o presidente do Conselho Regional de Medicina do Estado da Paraíba (CRM-PB), João Modesto Filho.

“Esta é uma homenagem do CFM e dos CRMs para eternizar aqueles que dedicaram sua vida aos outros. Por trás das máscaras e dos equipamentos de proteção, existiam mais do que grandes médicos, existiam pessoas de um coração tão enorme quanto sua vontade de ajudar. No transcurso dessa pandemia, esses profissionais partiram, deixando saudade e a certeza de que fizeram o que podiam e que, se pudessem, fariam mais ainda”, diz trecho do memorial.

Ainda segundo a homenagem o memorial foi feito para lembrarmos para sempre de todos os médicos e médicas brasileiros que enfrentaram bravamente a pandemia da COVID-19. Que a coragem e o espírito solidário, que eles tão bem materializaram, tornem-se exemplo para todas as gerações! Durante a pandemia até o momento, mais de 840 médicos perderam suas vidas, sendo 40 destes paraibanos. Saiba quem são os médicos que nos deixaram durante a pandemia da covid-19: https://memorial.cfm.org.br/

Combate à corrupção – Nesta semana o presidente do CRM-PB, João Modesto Filho e a segunda vice-presidente Débora Cavalcanti, participaram, do lançamento virtual da marca de participante do Programa Nacional de Prevenção à Corrupção (PNPC). “Durante o evento também foi apresentado o portal para acompanhamento dos trabalhos pela sociedade e apresentado o módulo “Plano de Ação”, que oferece orientações, modelos e ajuda para a implantação dos controles necessários, de forma facilitada e gratuita”, diz o presidente do CRM-PB.

O PNPC foi lançado em maio deste ano pela Controladoria Geral da União (CGU) e Tribunal de Contas da União (TCU), é voltado a todos os gestores das organizações públicas e tem o objetivo de reduzir os níveis de fraude e corrupção no Brasil. O programa oferece orientações, treinamentos e modelos, e dispõe de parcerias com órgãos e entidades públicas e privadas para implantação dos mecanismos de controle à corrupção.

Redação

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      1
      Compartilhe