A Paraíba o tempo todo  |

João Azevêdo inaugura Unidade Neonatal do Hospital Geral de Mamanguape e entrega ultrassom

Ogovernador João Azevêdo inaugurou, no início da noite desta quinta-feira (2), no município de Mamanguape, a Unidade Neonatal de Cuidados Intermediários do Hospital Geral, além de entregar um equipamento de ultrassonografia. Os investimentos nesse tipo de equipamento já superam os R$ 35 milhões.

Com cinco leitos implantados, a Unidade Neonatal de Cuidados Intermediários demandará investimentos da ordem de R$ 247 mil mensais, com recursos próprios do Tesouro Estadual.

Durante a inauguração, o chefe do Executivo estadual destacou uma série de investimentos na Saúde, como aparelho de hemodinâmica, essencial na recuperação de vítimas de infarto e AVC, há bem pouco tempo presente apenas em grandes redes privadas. “Eu fico extremamente feliz ao saber que uma pessoa que mora lá em Sousa, e que precisa de um exame, não vai mais ter que pegar um carro, uma ambulância e ir até Patos”, comentou em referência aos aparelhos de ultrassonografia que estão sendo entregues em diversos municípios paraibanos, a exemplo de Pombal e, agora, Mamanguape.

A secretária de Estado da Saúde, Renata Nóbrega, ressaltou que a entrega da Unidade Neonatal de Cuidados Intermediários do Hospital Geral de Mamanguape é um momento histórico no município, pois vai ajudar a salvar bebês que nascem prematuros ou com alguma patologia inicial. “Estamos cada vez mais fortalecendo a rede materno-infantil na gestão do governador João Azevêdo. Cuidados neonatais eram uma necessidade gigantesca na Paraíba. Mamanguape hoje recebeu cinco leitos, Guarabira mais cinco, Queimadas e Cajazeiras também cinco, totalizando mais de 20 leitos nos últimos três meses”, afirmou.

Por fim, o governador João Azevêdo prestigiou a solenidade de inauguração do Centro de Imagem da Prefeitura Municipal de Mamanguape.

Opera Paraíba – O governador João Azevêdo ainda fez um balanço do programa Opera Paraíba, realizado nesta quinta-feira no Hospital Geral de Mamanguape e que já tirou da fila de espera mais de 22 mil paraibanos.

“É difícil aceitar que até há bem pouco tempo existiam pessoas que estavam esperando por uma cirurgia, muitas vezes relativamente simples, há 10, 15 anos. O sentimento é de extrema felicidade quando os números mostram que não apenas conseguimos zerar a fila de espera, mas ir além, oferecendo qualidade de vida a mais pessoas. Essa é a razão do Opera Paraíba”, comentou o governador João Azevêdo enquanto falava com funcionários do Hospital Geral de Mamanguape.

Além das cirurgias gerais, agora o programa também conta com a realização de cirurgias ortopédicas, que acontecem no Hospital de Trauma de João Pessoa e também no Hospital de Clínicas. Esse ano o programa já realizou mais de 5 mil procedimentos, sendo mais de 2 mil cirurgias só de catarata.

 

Da Redação com Assessoria

PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe