Por pbagora.com.br

Considerando que adolescentes e jovens cumprindo medidas judiciais além dos servidores da Fundac pertencem a grupo de risco e tendo em vista o aumento de casos de H1N1 no Brasil, o presidente da Fundação Desenvolvimento da Criança e do Adolescente “Alice de Almeida”, Noaldo Meireles, emitiu circular que convoca todos os servidores da instituição para a campanha de vacinação contra a influenza, de 20 a 23 de abril, nas Unidades Socioeducativas do Estado.

“A ação visa à promoção e proteção da saúde dos jovens e adolescentes, de 12 a 21 anos, em cumprimento de medida socioeducativa, e funcionários do sistema, que constituem grupo de risco e público alvo da campanha, já que a H1N1 é uma doença de propagação por aerossóis e de alta letalidade, e ainda já haver casos confirmados da doença no nosso estado”, explicou Janaína Madruga, coordenadora do eixo Saúde da Fundac.

“Nossa meta é vacinar 100% dos adolescentes e jovens cumprindo medidas judiciais e dos servidores, incluindo os que estão em casa, em home-office, e terceirizados. Para o bom êxito da campanha, precisamos do empenho das direções das Unidades, no sentido de fazer a convocação e acompanhar o processo de imunização, dando o suporte necessário para que a atividade atinja o objetivo”, disse o presidente da Fundac.

Conforme Janaína Madruga, a instituição, seguindo as orientações do Ministério da Saúde, por meio do Programa Nacional de Imunização – PNI, solicitou as secretarias municipais de saúde de João Pessoa, Lagoa Seca, e Sousa a disponibilização das vacinas contra o vírus da influenza H1N1.

A administração dos imunobiológicos está sendo feita pela própria equipe de saúde da Fundac, conforme calendário pactuado junto à Secretaria Municipal de Saúde. A ação já teve início nas Unidades Socioeducativas em Sousa (CEA) e Lagoa Seca (Lar do Garoto). Nas Unidades de João Pessoa, as imunizações acontecerão conforme a seguinte programação: Centro Socioeducativo Edson Mota – CSE (20 de abril), Centro Educacional do Jovem – CEJ (22 de abril), Centro Educacional do Adolescente – CEA (22 de abril) e Centro de Atendimento Socioeducativo Rita Gadelha (23 de abril).

Noaldo lembrou ainda que o servidor deverá comparecer na Unidade onde trabalha portando contracheque e seu cartão de vacina para registro (caso não possua será confeccionado novo cartão), e que a vacinação não abrange familiares dos servidores ou socioeducandos. Caso o servidor não possa comparecer no dia informado, deverá procurar os postos de vacinação municipal, levando comprovação de que trabalha em Unidade Socioeducativa.

Para que a ação aconteça de forma segura quanto à prevenção contra o covid-19, a Fundac solicita, ainda, que os profissionais de limpeza permaneçam no dia da imunização dando suporte à equipe de saúde, e que a cada grupo imunizado seja feita limpeza úmida do piso com solução de cloro e superfícies com álcool 70%, bem como recolhimento de lixo comum.

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Pandemia: secretário de Saúde destaca exemplo desastroso dos EUA e diz que não há projeção para volta das aulas na PB

O Secretário estadual de Saúde, Geraldo Medeiros, voltou a rechaçar, durante entrevista concedida à Arapuan FM, na tarde de ontem, terça-feira (21), que não há perspectiva de retorno de encontros…

Brasil registra alta de mortes por Covid-19 em 7 estados e preocupa autoridades

O consórcio de veículos de imprensa divulgou novo levantamento da situação da pandemia de coronavírus no Brasil a partir de dados das secretarias estaduais de Saúde, consolidados às 20h desta…