Pesquisadores do Instituto Adolfo Lutz, de São Paulo, realizaram o sequenciamento genético do primeiro caso de coronavírus no país em apenas 48 horas, anunciou na tarde desta sexta-feira (28) o Ministério da Saúde. O indivíduo, um homem de São Paulo, voltou do norte da Itália com o vírus.O sequenciamento genético ajuda a entender como age o vírus e pode contribuir para a criação de uma vacina. A pesquisa foi realizada por cientistas da Universidade de São Paulo (USP) e da Universidade de Oxford, na Inglaterra. O grupo faz parte de um projeto de pesquisa que estuda vírus e epidemias. O financiamento veio do governo do Estado de São Paulo e de um órgão britânico. O estudo pode ser acessado aqui.

Cabo Verde Airlines suspende voos para a Itália por causa do coronavírus
Segundo os cientistas, a média de tempo para sequenciamento genético do coronavírus por pesquisadores estrangeiros tem sido de 15 dias.

Segundo o diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Adhanom Ghebreyesus, cerca de 20 vacinas estão sendo desenvolvidas neste momento ao redor do mundo.

— Esperamos os primeiros resultados em algumas semanas, mas não precisamos aguardar vacinas e soluções terapêuticas. Há coisas que cada indivíduo pode fazer para se proteger e proteger os outros hoje — afirmou nesta sexta-feira, referindo-se às boas práticas de higiene respiratória, como lavar sempre as mãos e espirrar e tossir no cotovelo ou em lenços descartáveis.

No Brasil, as suspeitas para coronavírus subiram de 129 para 182, anunciou o Ministério da Saúde nesta sexta-feira. O Rio Grande do Sul é o segundo Estado com mais possíveis casos: 27. Porto Alegre é a cidade com mais pessoas sendo investigadas, seguida de Canoas.

 

Redação com Instituto Adolfo Lutz

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Covid-19: nas últimas 24 horas, 173 pessoas internadas tiveram alta no Brasil

Dados do Ministério da Saúde mostram que 173 pessoas que haviam sido internadas com covid-19 tiveram alta do leito ou da Unidade de Tratamento Intensivo nas últimas 24 horas. É…

Covid-19: profissionais da saúde da PB orientam mulheres grávidas

Diante da pandemia de Covid-19, doulas, enfermeiras obstetras e parteiras têm relatado o crescimento da procura de gestantes pelo parto domiciliar. No entanto, especialistas consultados pelo portal relatam um projeto…