A Paraíba o tempo todo  |

Deputado da PB diz que Bolsonaro prejudica 30 milhões de doentes com corte na distribuição de quase 20 tipos de remédios

Foto: MATEUS BONOMI / ESTADÃO CONTEÚDO
CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

O deputado federal Frei Anastácio disse que o governo Bolsonaro aplicou mais um golpe contra a população, ao suspender a fabricação de 19 medicamentos que eram distribuídos gratuitamente à população. “Segundo denúncia da Folha de São Paulo, 30 milhões de pacientes com câncer e diabetes serão prejudicados com o fim da destruição desses remédios”, lamentou o deputado.

Frei Anastácio relatou que de acordo com a denúncia, os remédios deixarão de ser distribuídos pelo SUS, porque o Ministério da Saúde suspendeu os contratos com os laboratórios que fabricam por meio do projeto Parcerias para o Desenvolvimento Produtivo (PDPs).

“É lamentável essa medida tomada pelo governo federal, em plena pandemia. Mesmo que o Ministério da Saúde explique que é uma suspensão temporária, não dá para acreditar. Esses 30 milhões de pessoas não podem esperar, não podem interromper seus tratamentos. Essa é uma medida desumana e irresponsável do governo federal. As entidades que representam os pacientes já estão ajuizando ações na justiça contra esse ataque e têm todo meu apoio nessa luta”, afirmou o deputado.

O parlamentar lembrou que enquanto o governo faz um orçamento secreto para comprar apoio no Congresso, age dessa forma em relação às pessoas doentes que necessitam desses medicamentos. “As denúncias são de R$ 17 bilhões no orçamento secreto, para parlamentares da base de Bolsonaro e outros que o apoiam. Enquanto isso, o governo faz esse corte covarde na distribuição desses medicamentos e nega auxílio emergencial de R$ 600 para as pessoas que passam fome. É esse governo que o Brasil tem, lamentavelmente”, criticou.

Veja a lista de medicamentos cortados:

Adalimumabe, Solução Injetável (40mg/0,8mL), produzido por TECPAR

Adalimumabe, Solução Injetável (40mg/0,8mL), produzido por Butantan

Bevacizumabe, Solução injetável (25mg/mL), produzido por TECPAR

Etanercepte, Solução injetável (25mg; 50mg), produzido por TECPAR

Everolimo, Comprimido (0,5mg; 0,75mg; 1mg), produzido por Farmanguinhos

Gosserrelina, Implante Subcutâneo (3,6mg; 10,8mg), produzido por FURP

Infliximabe, Pó para solução injetável frasco com 10mL (100mg), produzido por TECPAR

Insulina (NPH e Regular), Suspensão injetável (100 UI/mL), produzido por FUNED

Leuprorrelina, Pó para suspensão injetável (3,75mg; 11,25mg), produzido por FURP

Rituximabe, Solução injetável frasco com 50mL (10mg/mL), produzido por TECPAR

Sofosbuvir, Comprimido revestido (400mg), produzido por Farmanguinhos

Trastuzumabe, Pó para solução injetável (150mg; 440mg), produzido por Butantan

Cabergolina, Comprimido (0,5mg), produzido por Bahiafarma Farmanguinhos

Insulina (NPH e Regular), Suspensão injetável (100 UI/mL), produzido por Bahiafarma

Pramipexol, Comprimido (0,125mg; 0,25mg; 1mg), produzido por Farmanguinhos

Sevelâmer, Comprimido (800mg), produzido por Bahiafarma Farmanguinhos

Trastuzumabe, Pó para solução injetável (150mg), produzido por TECPAR

Vacina Tetraviral, Pó para solução injetável, produzido por Bio-manguinhos

Alfataliglicerase, Pó para solução injetável (200 U), produzido por Bio-manguinhos

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      12
      Compartilhe