A Paraíba o tempo todo  |

Choque elétrico: médicos dão dicas para os primeiros socorros; somente este ano, Trauma de JP atendeu 40 vítimas

O choque elétrico ocorre quando a corrente elétrica passa através do corpo humano. Mais de 40 casos de acidentes por choque elétrico foram registrados este ano no Hospital de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena, em João Pessoa. Os dados correspondem ao período de janeiro a maio e revelam como é recorrente esse tipo de acidente. Neste mês de junho, uma mulher de 20 anos morreu vítima de acidente por choque elétrico, em Piancó, no Sertão da Paraíba. Para falar sobre esse tema foram ouvidos os médicos, a tenente Isabel Reis, especialista em atendimento pré-hospitalar e o médico Gabriel Costa, que deram dicas para os primeiros socorros.

Neste mês de junho, uma mulher de 20 anos morreu vítima de acidente por choque elétrico, em Piancó, no Sertão da Paraíba. O acidente ocorreu durante a festa de Santo Antônio, após tocar uma estrutura eletrizada de um camarote. Diante do ocorrido, a tenente Isabel Reis, especialista em atendimento pré-hospitalar, alertou como se deve agir diante de situações como essa. “Ao se deparar com uma pessoa que sofreu descarga elétrica, antes de se aproximar para prestar socorro, é preciso se certificar se a vítima não está mais em contato com a fonte energizante que ocasionou o choque. Por exemplo, durante uma festa, é imprescindível afastar a pessoa sem tocar nela, usando madeira ou tecido”, disse.

A tenente acrescenta, ainda que se a pessoa que foi acometida pelo choque estiver desacordada, deve-se verificar a respiração. No caso da vítima que estiver lúcida, respirando, o ideal é apenas acalmá-la. Entretanto, em ambos os casos, é impreterível que se entre em contato com o Corpo de Bombeiros pelo 193, para que seja feito o atendimento adequado, encaminhando a vítima para o serviço especializado.

Neste sentido Gabriel, deu dicas do que fazer em caso desses acidentes:

Desligue a chave geral de energia
Em situações de acidentes elétricos, a primeira ação é suspender o quanto antes a troca de energia elétrica da fonte com a pessoa. A descarga de energia no corpo pode afetar as funções vitais, desestabilizando o funcionamento do organismo, podendo causar graves lesões e, até mesmo, levar ao óbito.

Afaste a vítima da fonte elétrica, mas não toque na pessoa
Utilize materiais não condutores de energia, como madeira, borracha, isopor e plásticos, para mover a pessoa. Nunca toque sem proteção adequada em quem sofreu um choque elétrico.

Chame o SAMU
Ligue para o 192 e relate a condição da vítima de choque elétrico.

Verifique o estado de saúde da pessoa
Observe se ela está consciente e respirando. Em situações positivas, pergunte se ela sente alguma dor ou desconforto e a mantenha deitada até a chegada do socorro. Não permita que o acidentado se levante, ele deve permanecer deitado de costas ou na posição mais confortável.

Caso ela esteja inconsciente, mas respirando, vire a pessoa de lado na posição lateral de segurança. Se a vítima de choque elétrico não estiver respirando, realize massagem cardíaca e respiração boca a boca até que os seus sentidos retornem ou até o atendimento especializado chegar ao local.

Como evitar choques elétricos
Choques elétricos podem ser evitados com o bom uso de eletrodomésticos, dando atenção às voltagens indicadas nos manuais e não utilizando durante o carregamento, como no caso de aparelhos celulares. A verificação de fios e tomadas da residência e a manutenção regular das instalações elétricas são ações que podem contribuir para a prevenção de acidentes.

Da Redação

PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe