A Paraíba o tempo todo  |

Central de Transplantes registra doação de múltiplos órgãos no Hospital de Trauma de Campina

O Hospital de Trauma de Campina Grande registrou, no início da manhã desta sexta-feira (17), uma doação de múltiplos órgãos. A doadora foi uma jovem de 20 anos, vítima de choque elétrico. Ela deu entrada no hospital na noite da última quarta-feira (15) já com suspeita de morte encefálica, sendo imediatamente iniciados os testes para confirmação.

O protocolo consiste em três exames, sendo dois clínicos, realizados por médicos distintos, e o terceiro é o exame de ultrassonografia por doppler, realizado por um neuroclínico. Com a ausência de fluxo sanguíneo, a morte encefálica da paciente foi confirmada.

A família doadora foi homenageada pelos profissionais do hospital com o cortejo da vida, um corredor humano formado no momento em que a paciente é levada para o centro cirúrgico. Em gesto de gratidão, a equipe da Central de Transplantes também entregou uma carta de agradecimento e uma muda de cacto, simbolizando a continuidade da vida.

“Esse trabalho de doação de órgãos tem um caráter totalmente humanitário, quando uma família autoriza doar os órgãos mesmo sem saber a quem vai ajudar. E quem ganha com isso são as pessoas que estão na fila de espera. Aqui no Trauma buscamos sempre oferecer o melhor em qualidade de atendimento, seja para o paciente ou familiares,” reforça o diretor técnico da unidade, Sebastião Viana.

Foram doados o fígado, que vai para uma paraibana de 74 anos, os dois rins, que foram compatíveis com dois pernambucanos, de 22 e 39 anos, e as córneas, que antes do transplante são levadas para o Banco de Olhos da Paraíba.

Atualmente na Paraíba existe um total de 511 pessoas aguardando por órgãos ou tecidos. “Cada doação de órgãos registrada pela Central Estadual de Transplantes é uma conquista alcançada por nós, é um trabalho que envolve muita dedicação da equipe e muita gratidão à família doadora pelo gesto tão nobre de amor ao próximo,” afirma a chefe do Núcleo de Ações Estratégicas da Central Estadual de Transplantes, Rafaela Carvalho.

 

Secom

PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe