Por pbagora.com.br

Diane Macedo da Silva Rocha, bebê de apenas um ano, foi diagnosticada com Leucemia Mielóide Aguda em julho deste ano. Após passar por ciclos de quimioterapia, Diane precisará de um transplante de medula óssea, que será doada por sua mãe.

Infelizmente, o procedimento só pode ser realizado em Natal, no Rio Grande do Norte, e o plano de saúde não cobrirá todas as despesas, como transporte, alimentação e hospedagem. O tratamento poderá durar de três até seis meses, e a mãe de Diane precisou deixar seu emprego para se dedicar ao tratamento da filha.

Diante desse cenário, a família criou uma Vakinha para dar suporte à Diane e sua mãe durante o tratamento necessário que pode ser acessada través do link:

Todos por Diane

As contribuições também podem ser feitas diretamente através de contas bancárias fornecidas pela família. São elas:

Banco do Brasil
Agência: 1681-0
CC: 41350-0
Dionísio da Rocha Bandeira Neto

Caixa Econômica
Agência: 3487
Conta Poupança: 3766-3
Operação: 013
Israel Paulino de Medeiros

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

UFPB coordenará pesquisa em domicílio para testagem de covid-19

O Observatório de Síndromes Respiratórias da Universidade Federal da Paraíba (UFPB) coordenará pesquisa em domicílio para testagem de covid-19 em 9,6 mil paraibanos. O estudo por amostragem terá início em novembro e…

Anticorpos contra covid-19 duram pelo menos sete meses, aponta estudo

Uma das questões que mais tem suscitado interesse e investigação por parte da comunidade científica, desde o início da pandemia, é perceber se os organismos de doentes com covid-19 são…