Por pbagora.com.br

O deputado federal Wilson Santiago presidiu mais uma reunião da Comissão Especial que analisa a PEC-125, que trata da reforma política e tramita na Câmara dos Deputados. O encontro ocorreu na tarde desta quarta-feira (09).

Segundo o deputado, durante a reunião os integrantes construíram uma proposta que conta com 30 pontos de alteração da legislação, que teve o apoio de todos os partidos.

Wilson Santiago inseriu na proposta a emenda que defende que sejam considerados eleitos e tomem posse os candidatos mais votados nas eleições; a fidelidade partidária; e o desligamento do partido político daquele parlamentar que quiser mudar de legenda, desde que a solicitação ocorra somente nos 30 primeiros dias dos 6 meses que antecedem a data da realização do pleito.

Conforme Wilson Santiago, as discussões estão ocorrendo de forma bastante democrática e o intuito é que o trâmite ocorra da forma mais célere. “São propostas bastante coerentes e que visam fortalecer ainda mais a nossa democracia. Procuramos atender aos anseios da sociedade que há tempo clama pela reforma política em nosso país”, afirmou.

Se aprovada até outubro, a reforma poderá entrar em vigor nas eleições de 2022. Na Câmara, a PEC precisa do aval de ao menos 308 deputados, em duas votações. No Senado, são necessários pelo menos 49 votos, também em dois turnos.

 

Da Redação com Assessoria

Notícias relacionadas

Aguinaldo Ribeiro recebe prefeitos de Tacima e Conde e reforça parceria

O deputado federal e líder da Maioria no Congresso, Aguinaldo Ribeiro (Progressistas), recebeu nessa sexta-feira (11) a visita de gestores municipais paraibanos no intuito de debater parcerias e traçar melhorias…

Ricardo Barbosa assume comando da Unale com licença da presidente

O deputado estadual Ricardo Barbosa tomou posse, na última quarta-feira (9), como presidente interino da União Nacional dos Legisladores e Legislativos Estaduais (Unale). O parlamentar é o vice-presidente da entidade…