Por pbagora.com.br

Tranquilo, Wilson Filho diz que tem como provar justa causa por ter deixado PMDB

Tranquilo. Foi assim que o deputado federal Wilson Filho (PTB) recebeu a notícia de que teve o mandato contestado pela Procuradoria da República sob a alegação de infidelidade partidária por ter deixado o PMDB para ingressar no PTB.

O parlamentar explicou que tem como provar a justa causa por ter tomado a decisão e que continuará exercendo o mandato com responsabilidade.
Ele disse que apenas da repercussão da notícia, ele ainda não recebeu nenhuma notificação oficial, mas quando receber saberá fazer a defesa.

“Pelo pouco que eu li do assunto, esses 13 deputados que porventura mudaram de partido na opinião do MP seria por justa causa. Vocês sabem como foi à situação da Paraíba, na minha situação, houve aquelas circunstâncias de um clima de desconforto a que eu estava submetido e acabaram todos por entender que seria melhor a minha saída”, lembrou.

Ainda conforme o parlamentar, ele recebeu a garantia tanto do PMDB estadual, quanto do PMDB Nacional que não teria o mandato revindicado, tanto é que o prazo para a legenda pedir o mandato na justiça já expirou.

“O MP é parte de um processo, poderia fazer isso e já era esperado que fizesse, porém todos sabem que a minha mudança de partido não foi por vaidade nem por interesse pessoal e sim por uma causa justa”, diz.

Logo que o pai do parlamentar deixou o PMDB, Wilson Filho começou a vivenciar um processo de fritura na sigla de José Maranhão. Apesar de todos os integrantes da executiva afirmarem que não, o deputado não foi chamado para participar da inserção do guia eleitoral, foi preterido de reuniões da legenda e chegou até mesmo a reclamar que foi barrado em um dos encontros do PMDB na Capital.

 

 

Márcia Dias

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

“Um lapso devido ao cansaço”, justifica Walber após declaração infeliz sobre defesa da corrupção

Pré-candidato à prefeitura de João Pessoa pelo Patriotas, o deputado estadual Walber Virgolino, que também é delegado da Polícia Civil, classificou como um ato falho ocasionado pelo cansaço uma frase…

O Globo diz que Lula foi quem mandou detonar candidatura de Anísio, em JP

De acordo com o jornal O Globo, partiu do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva a orientação à direção nacional do Partido dos Trabalhadores para que detonasse a candidatura a…