Tranquilo, Wilson Filho diz que tem como provar justa causa por ter deixado PMDB

Tranquilo. Foi assim que o deputado federal Wilson Filho (PTB) recebeu a notícia de que teve o mandato contestado pela Procuradoria da República sob a alegação de infidelidade partidária por ter deixado o PMDB para ingressar no PTB.

O parlamentar explicou que tem como provar a justa causa por ter tomado a decisão e que continuará exercendo o mandato com responsabilidade.
Ele disse que apenas da repercussão da notícia, ele ainda não recebeu nenhuma notificação oficial, mas quando receber saberá fazer a defesa.

“Pelo pouco que eu li do assunto, esses 13 deputados que porventura mudaram de partido na opinião do MP seria por justa causa. Vocês sabem como foi à situação da Paraíba, na minha situação, houve aquelas circunstâncias de um clima de desconforto a que eu estava submetido e acabaram todos por entender que seria melhor a minha saída”, lembrou.

Ainda conforme o parlamentar, ele recebeu a garantia tanto do PMDB estadual, quanto do PMDB Nacional que não teria o mandato revindicado, tanto é que o prazo para a legenda pedir o mandato na justiça já expirou.

“O MP é parte de um processo, poderia fazer isso e já era esperado que fizesse, porém todos sabem que a minha mudança de partido não foi por vaidade nem por interesse pessoal e sim por uma causa justa”, diz.

Logo que o pai do parlamentar deixou o PMDB, Wilson Filho começou a vivenciar um processo de fritura na sigla de José Maranhão. Apesar de todos os integrantes da executiva afirmarem que não, o deputado não foi chamado para participar da inserção do guia eleitoral, foi preterido de reuniões da legenda e chegou até mesmo a reclamar que foi barrado em um dos encontros do PMDB na Capital.

 

 

Márcia Dias

PB Agora

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Eduardo Carneiro defende PL que torna carne de sol de Picuí patrimônio imaterial

O deputado estadual Eduardo Carneiro (PRTB) vai recorrer da decisão da Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJ) da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) que considerou o projeto de Lei…

Adriano Galdino recebe título de cidadão pessoense e Medalha Epitácio Pessoa

O presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), Adriano Galdino, recebeu, nesta segunda-feira (21), o título de cidadão pessoense e a Medalha Epitácio Pessoa, durante sessão solene realizada em conjunto…