A sintonia da base aliada na Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) passará por uma espécie de ‘teste’ nos próximos dias com votações polêmicas encaminhadas pelo Poder Executivo, dentre elas a criação da Fundação PB Saúde, que vai substituir as Organizações Sociais implantadas pelas gestões do PSB, e ainda a Reforma da Previdência, exigida pelo Governo Federal para que os Estados possam continuar realizando convênios e parcerias com a União.

Segundo o deputado estadual Lindolfo Pires (Podemos), em entrevista à reportagem do PB Agora, nesta terça-feira (11), até agora não há motivos para acreditar que a base não esteja unida, e serão justamente essas duas votações que representarão o divisor de águas.

OUÇA

“Não há nenhum motivo para que a gente possa dizer que a base não está unida. Não houve nenhuma votação para que a base ficasse dispersa aqui. Vamos fazer os primeiros testes, que serão agora, com a votação da criação da Fundação Saúde e também da Reforma da Previdência. Vamos verificar como vão se comportar os demais deputados”, ressaltou.

Integrante da base governista, Pires ainda reforçou sua defesa á gestão João e disse estar preparado para os embates na Casa.

Indagado se o deputado Adriano Galdino (PSB) arquivará o pedido de impeachment contra o governador, impetrado pela bancada de oposição, o parlamentar ponderou e alertou que o presidente apenas seguirá o parecer jurídico do parlamento, que sinaliza para arquivamento, já que não há motivos que sustentem o pedido.

“O presidente não arquiva do nada. Ele arquiva desde que haja um parecer jurídico sobre isso e é isso que deve estar sendo colocado pela assessoria jurídica da Casa e acredito que a finalidade é justamente nesse sentido, já que não há nenhum motivo para que isso esteja sendo colocado em pauta”, arrematou.

Com informações de Eliabe Castor
PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

PATOS: arquivamento pode não alterar afastamento de Dinaldinho

Após o Ministério Público decidir pelo arquivamento da ação Civil movida contra Dinaldinho (PSDB), prefeito de Patos afastado do posto no âmbito da Operação Cidade Luz – que investigou a…

Ministério Público pede arquivamento de ação Civil contra Dinaldinho

A 4ª Promotora de Justiça de Patos, Mariana Neves Pedrosa Bezerra, do Ministério Público da Paraíba, pediu o arquivamento de ações contra Dinaldinho, que foi afastado do cargo de prefeito…