Com audiência marcada com a presidente Dilma Rousseff para tratar de política, o senador Vital do Rêgo Filho (PMDB), reafirmou nesta quinta-feira (31) que o quadro da aliança nacional entre PMDB e PT deve replicar nos estados e ser aplicada na Paraíba.

Vital lembrou que o PMDB é o maior partido do país, tem o vice-presidente Michel Temmer, comanda as duas Casas no Congresso Nacional; deve ter 20 candidatos a governador, além de manter a hegemonia na Câmara Federal, e os 16 candidatos ao Senado.
Na Paraíba, o senador disse que as manifestações da presidente Dilma Rousseff, do ex-presidente Lula e dos ministros é de tentar unir todas as forças para fortalecer a pré-candidatura do ex-prefeito de Campina Grande, Veneziano Vital do Rêgo.

– Esperamos que isso possa acontecer com Veneziano que é a marca da oposição, que é o homem que está, pelo PMDB, procurando desenvolver uma campanha pelo Estado inteiro. Vené vem fortalecendo sua candidatura dia a dia, uma candidatura que ele sabe dos desafios que tem, mas é um homem com usa força com sua perseverança, com seu desejo da mudança, com a força e estímulos que recebe da sociedade, e o PMDB, com os outros partidos, certamente haverá de fazer uma grande aliança – afirmou Vital.

O senador também voltou a comentar a decisão do ex-governador José Maranhão de disputar uma vaga na Câmara Federal. Para ele, a decisão de José Maranhão (PMDB) de se candidatar a deputado federal nas eleições do ano que vem, abrindo mão da candidatura ao Senado, com o objetivo de fortalecer a postulação do pré-candidato do partido ao Governo do Estado, Veneziano Vital do Rêgo foi “um gesto de profundo compromisso partidário”.

Segundo Vital José Maranhão, com a decisão, mostrou que é um homem de partido, que pensa e age em favor do engrandecimento do PMDB.
“Foi um gesto de profundo compromisso partidário e essa tem sido a marca do político José Maranhão ao longo dos seus mais de meio século de vida pública”, afirmou Vital do Rêgo.

Ele lembrou que Maranhão foi quem, em dezembro do ano passado, lançou o nome de Veneziano como pré-candidato do partido ao Governo do Estado nas Eleições 2014 e que, agora, dá outra grande demonstração de desprendimento e de grandeza partidária.
“José Maranhão foi o primeiro a lançar a candidatura de Veneziano a governador. Com esse gesto, ele se torna a pessoa que vai protagonizar essa grande aliança que vamos fazer em torno da candidatura de Veneziano”.

PBAgora

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Aguinaldo Ribeiro trabalha para que Cláudio Régis assuma cadeira na ALPB

O deputado federal, Aguinaldo Ribeiro, conhecido, nacionalmente, pela habilidade de articulação política, decidiu se movimentar na Paraíba para fortalecer o Progressistas e prestigiar os aliados no Estado. Aguinaldo foi o principal…

Análise: clã Cunha Lima inicia “ensaio” para voltar ao Governo da PB com Pedro

O protagonismo político do clã Cunha Lima na Paraíba foi, de certa forma, sepultado com a amarga derrota do ex-senador Cássio Cunha Lima (PSDB) que, no pleito de 2018, em…