Por pbagora.com.br

Crise política em Campina Grande. O vice-prefeito José Luiz Júnior (PSC) acusou, na manhã desta sexta-feira (6), o prefeito Veneziano Vital do Rego (PMDB) de quebrar acordo prévio para mantê-lo na coordenadção do Fome Zero no município. Ausente da solenidade de posse dos secretários municipais e visivelmente contrariado, o vice-prefeito declarou que nem sequer foi avisado que seria preterido do cargo. “Estou triste, mas vou levando. O prefeito sempre quis fazer isso, mas a única coisa que não pode me tirar é o mandato de vice-prefeito, porque este foi concedido por Deus”, declarou.

Em resposta ao que chamou de “quebra de acordo”, José Luiz Júnior não foi à posse dos secretários, apesar de ter sido convidado pelo prefeito vinte minutos antes da solenidade, realizada na manhã de hoje.

“Durante toda a campanha e os primeiros dias de gestão, o prefeito noticiou em rádios, palestras e discursos que eu iria dar continuidade a um trabalho que chegou a ser referência nacional . Pergunte a ele porque não manteve a palavra”, disse.

“Mas tudo bem: o prefeito vai cuidar da vida dele e eu cuido da minha”, disse. Não é a primeira vez que a relação de José Luiz Júnior e de Veneziano sofre estremecimentos. No processo de indicação do vice em 2008 revelou que o prefeito estaria disposto a substituir José Luiz Júnior da chapa.

PB Agora
 

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Após ser anunciada como vice de RC, Paula Frassinete renuncia

Apenas um dias após ser registrada como companheira de chapa do ex-governador Ricardo Coutinho (PSB) na corrida eleitoral pela Prefeitura Municipal de João Pessoa, a ex-vereadora Paula Frassinete renunciou do…