A Paraíba o tempo todo  |

Veto de Cássio a projeto de Nivaldo é rejeitado na AL

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

A Assembléia Legislativa do Estado da Paraíba reprovou, por 22 votos à dois, o veto do ex-governador Cássio Cunha Lima ao projeto de lei do deputado Nivaldo Manoel (PPS), que solicitava a proibição da realização de concursos públicos em dias de sábado. O projeto do parlamentar religioso visa beneficar as pessoas da religião adventista que resguardam o sábado como dia sagrado.

Conforme o parlamentar, o veto iria prejudicar mais de 25 mil adventistas que residem no Estado da Paraíba e que também almejam participar das seleções em concursos públicos no território paraibano.

O deputado Romero Rodrigues (PSDB) foi um dos parlamentares da Oposição que aprovou o projeto do parlamentar e votou pela rejeição do veto do ex-governador Cássio Cunha Lima (PSDB). O líder da Oposição na Casa orientou todos os deputados a votarem a favor do projeto e contra o veto do ex-governador.

“Devemos respeitar as diferenças e o credo religioso das pessoas dando oportunidades a todos”, enalteceu o propositor da matéria, deputado Nivaldo Manoel.

O presidente da Casa Arthur Cunha Lima (PSDB), justificou a indicação do veto ao projeto pelo ex-governador da Paraíba. Segundo ele, o chefe do executivo julgou a matéria inconstitucional, já que, em caso de realização de concurso a nível federal, a lei não iria atingir.
 

 

Márcia Dias

PB Agora

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe