Por pbagora.com.br

A proposta da Lei Orçamentária Anual (LOA) 2020, da Prefeitura Municipal de João Pessoa, apesar de já está com prazos vencidos de apresentação na Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP), foi defendida na última quinta-feira (10), pelo presidente da Comissão de Finanças, o vereador Damásio Neto (PP), bem como pelo vereador Dinho.

.Apesar de a Lei Orgânica determinar que precisa ser enviada até 30 de setembro, até A última sessão da semana a matéria sequer havia chegado ao Poder Legislativo Municipal. “Precisamos preparar e realizar audiências públicas, mas até agora ainda não recebemos”, afirmou, Damásio Neto (PP) ao acrescentar que espera que a Prefeitura faça isso nos próximos dias.

Membro da comissão há mais tempo, o vereador Dinho informou que o atraso deve estar relacionado ao fato de o Poder Executivo ainda precisar a última plenária de discussão em alguma comunidade e que, além disso, há também os encaminhamentos de Emenda Impositivas que também devem ter contribuído para o atraso.

Redação

Notícias relacionadas

João publicará novo decreto com medidas mais rígidas para combater coronavírus e restrição de circulação nos finais de semana ganha força

Com o aumento preocupante do número de casos, mortes e internações em leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) na Paraíba em decorrência da Covid-19, um novo decreto com medidas…

Prefeitura de Sapé perde prazo e fica de fora da fundação do Consórcio Nacional de Vacinas

No estado da Paraíba, 99 municípios aderiram ao Conecta no Brasil, 1.703 municípios aderiram ao consorcio, o prazo para adesão terminou. Na contramão de outros municípios paraibano, a cidade de…