Por pbagora.com.br

 O vereador João Dantas (PSD) comentou sobre o reajuste aprovado pelos vereadores no último dia 14 e destacou que a matéria é constitucionalmente imposta a ser votada de quatro em quatro anos.

Sobre o décimo terceiro salário, João afirmou que considera que o assunto precisa ser revisto, mas mencionou que ser vereador em Campina Grande exige maior responsabilidade, tendo em vista que a cidade é cercada por distritos e zona rural, diferente da capital João Pessoa.

– Eu não diria que foi incorreto. Houve uma sessão de final de ano em meio a discussões de Lei Orçamentária Anual. Quem quer ser vereador em Campina Grande tem muito o que fazer, para ser muito pragmático. Não adianta fazer ‘beicinho’ para o meu lado nessa história, até porque o vereador precisa do salário dele para trabalhar – enfatizou.

João afirmou que não considera que a votação dos benefícios foi camuflada na Câmara de Vereadores e citou que é muito comum que exista a discussão de um projeto onde todos os vereadores já conhecem a pauta.

Ele também destacou que não tem vergonha de manter suas atividades em meio à sociedade campinense, pois não se sente constrangido em relação ao que foi aprovado.

– Eu não tenho o menor constrangimento de discutir essa matéria, não tenho o menor constrangimento de olhar nos olhos de quem quer que seja para tratar desse assunto – frisou.


Redação com Paraibaonline

 

 

Notícias relacionadas

Opinião: a direitona busca mesmo é um candidato para chamar de “centro”

Lula e Bolsonaro não são, necessariamente, opostos. Pelo menos opostos na mesma proporção, não! Bolsonaro é de extrema-direita, reacionário. Lula é de centro-esquerda e progressista. Bolsonaro rechaça o diálogo; é…

Ruy se mostra contra aumento de 69% do salário de servidores federais

“Quero falar sobre um assunto que deixa a todos nós indignados”, assim o deputado federal Ruy Carneiro, iniciou um debate acerca da portaria que autoriza uma parcela de servidores federais…